K-Pop: Ouvir músicas do BTS pode causar 15 anos de prisão na Coreia do Norte

Publicado em 14/6/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Kim Jong-un tem se preocupado cada vez mais com a influência da cultura pop sul-coreana nos últimos meses, à medida que vídeos e dramas K-pop se tornaram mais acessíveis aos jovens norte-coreanos. O líder máximo da Coreia do Norte agora está tomando medidas drásticas para erradicar o que ele chama de “câncer vicioso” em uma tentativa de manter o controle sobre a sociedade norte-coreana. Isso inclui punições mais severas por posse de material ilegal ou mesmo imitação da cultura do Sul, de acordo com o The New York Times.

Temendo que isso corrompa “trajes, penteados, discursos e comportamentos” dos jovens norte-coreanos, Kim aumentou a punição para pessoas flagradas assistindo ou possuindo entretenimento sul-coreano de cinco a 15 anos de prisão em campos de trabalho. A sentença máxima anterior para esses crimes era de cinco anos de trabalhos forçados, de acordo com o site Daily NK, de Seul.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

VEJA MAIS: Site expõe dossiê sobre supostas traições de Nego do Borel; confira!

O entretenimento sul-coreano costuma ser importado para a Coreia do Norte por meio de pen drives da China. As pessoas flagradas divulgando o material proibido enfrentam punições ainda mais severas, incluindo prisão perpétua ou pena de morte.

A nova lei, promulgada em dezembro do ano passado, também prevê até dois anos de trabalho forçado para aqueles que “falam, escrevem ou cantam no estilo sul-coreano”, que Kim descreveu como “pervertido”. Recentemente, por exemplo, as mulheres norte-coreanas pegaram dicas dos dramas coreanos e começaram a chamar seus acompanhantes de “oppa” (ou querida) em vez de “camarada”.

Levando a repressão um passo adiante, as famílias daqueles que foram pegos “imitando o sotaque das personagens” do Sul em suas conversas diárias ou mensagens de texto podem até ser expulsas das cidades como um aviso. De acordo com o site japonês Asia Press International, o governo norte-coreano está reprimindo pesquisando computadores, mensagens de texto, tocadores de música e notebooks em busca de qualquer sinal de conteúdo e sotaque sul-coreano.

Por instrução de Kim Jong-un, o governo norte-coreano também instou seus cidadãos a delatar outras pessoas que assistem K-dramas ou ouvem K-pop, de acordo com outro relatório do Daily NK. No entanto, os moradores estão cuidando uns dos outros e até avisando seus vizinhos antes das batidas policiais.

Kim Jong-un e o BTS (foto via Big Hit Music)
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio