kanye west
O rapper norte-americano Kanye West (FOTO: Reprodução)

O apoio do candidato presidencial Kanye West entre os eleitores negros atualmente é de apenas 2%, de acordo com uma pesquisa recente.

Os números, divulgados pela Morning Consult, chegam em um momento em que se descobriu que West se encontrou com o genro do presidente Donald Trump, Jared Kushner.

Desde o início de sua campanha, o artista vencedor do Grammy enfrentou vários obstáculos. Ele registrou-se com sucesso como candidato de um terceiro partido em menos de 12 estados e publicou apenas uma lista vaga e simples de metas para sua presidência.

Mais notavelmente, West realizou um comício presidencial em 21 de julho na Carolina do Sul, onde desatou a chorar – um momento depois, sua família identificou isso como um episódio bipolar.

Alguns especialistas disseram isso como prova de que Kanye está sendo aproveitado.

VEJA TAMBÉM: Grávida! Esposa de Ed Sheeran espera o primeiro filho do casal

De acordo com Quentin James, diretor executivo do The Collective PAC, “Eu acho que eles estão se aproveitando de sua situação de saúde mental para ser muito honesto.”

Embora a administração de Trump tenha negado a conexão com a campanha de West, uma série de ligações indiretas foram identificadas.

Gregg Keller, ex-diretor executivo da American Conservative Union, liderou a campanha.

Lane Ruhland – que anteriormente trabalhou para o Partido Republicano de Wisconsin e representou a campanha de reeleição de Trump – também está conectado a West, tendo retirado os jornais que o indicaram.

Talvez o mais notável seja o fato de West ter se encontrado recentemente com Jared Kushner, genro e conselheiro sênior do presidente Trump.

Embora Kanye não tenha dito abertamente que sua campanha é principalmente voltada para ferir Biden, ele não negou quando questionado.

De acordo com a Forbes, quando West foi questionado em uma entrevista sobre se sua baixa chance de ganhar significava que ele estava recebendo votos de Biden, ele respondeu: “Não vou discutir com você. Jesus é o rei.

O presidente Trump tem feito campanha para reduzir seu índice de desaprovação atual de 79 por cento com os afro-americanos, principalmente por meio de anúncios direcionados contra momentos problemáticos na carreira de Biden, como sua participação na aprovação do projeto de lei criminal de 1984, que notoriamente encarcerou um grande número de afro-americanos.

Alguns estrategistas apontaram que as posições conservadoras de West em questões como o aborto o afastam dos democratas, da comunidade negra, da geração do milênio e dos suburbanos.

West, no entanto, tem um apoio significativo nas pesquisas da Geração Z, 31% dos quais o apoiam e 6% dos quais dizem que votariam nele.

West disse que contará principalmente com votos escritos para ganhar estados que não terão seu nome escrito na cédula.

Muitos especialistas não veem a campanha de Kanye como uma oferta legítima para o cargo, em vez disso, consideram-na uma campanha por procuração promovida pelo Partido Republicano para tirar votos da demografia que está votando a favor de Biden.

O resultado final é que Kanye West é um artista. Isso não quer dizer que ele não possa participar da política eleitoral, mas sua candidatura é mais uma distração ”, disse Derrick Clay, estrategista político e presidente da Legislative Black Caucus Foundation de Ohio. “Acho que essa estratégia vai sair pela culatra para eles”, acrescentou Clay.