michael jackson
O cantor norte-americano Michael Jackson (FOTO: Reprodução_

Kanye West aparentemente defendeu Michael Jackson e declarou que documentários não deveriam “derrubar nossos heróis”. 

O rapper falou sobre o falecido rei do pop em entrevista à Pharrell Williams para a revista i-d. No bate-papo, West expressou sua admiração por Jackson e pela maneira como ele viveu e mudou a música, dizendo: “Michael Jackson estava fazendo discretamente paradas super gangsta e tal. Ele beijou a filha de Elvis Presley na MTV“. Após refletir sobre como Michael tinha uma mentalidade diferente da maioria dos negros do seu tempo, o West ainda falou: “Michael estava fazendo coisas diferentes do que fomos programados para entender que era o que deveríamos fazer. Ele comprou o catálogo dos Beatles. Aquele era Michael Jackson, bem ali

A estrela do hip-hop abordou aparentemente o documentário de 2019 Leaving Neverland, no qual Jackson foi acusado de abuso sexual infantil.

VEJA TAMBÉM: Anitta dança de biquíni com Gui Araújo e recebe tapinha no bumbum

West saiu em defesa da estrela, dizendo: “Deveríamos ter algo que diga que não podemos permitir que nenhuma empresa derrube nossos heróis. Nem nos sites de fofocas, nas redes sociais e principalmente nos documentários.” 

A estrela do Stronger então se comparou ao cantor posterior, alegando que ele foi tratado como “Wacko Jacko” o apelido dado a Jackson.

West disse: “Eu penso que toda vez que a mídia não está feliz comigo, é como ‘Aqui vão eles. Eles vão vir e fazer oque fizeram com MJ.’ O que, de certa forma, eles tentaram fazer.