Karol Conká diz que Michael Jackson teve vitiligo emocional: “Queria ficar branco”

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Karol Conká tem protagonizado momentos polêmicos dentro da casa do BBB21. Na tarde deste domingo (31), Michael Jackson foi tema de uma das conversas dos participantes e a rapper afirmou que o preconceito fez o Rei do Pop querer ser branco: “Teve vitiligo, foi emocional”, declarou.

“Ele queria ficar igual ao Fiuk e ficou feio, cara. Ele era lindo, ficou com a pele mais branca que a sua”, disse a cantora, para o filho de Fábio Júnior.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Fiuk, por sua vez, acrescentou: “Aí você vê que é um negócio estrutural. Até o Michael, que era o cara mais foda do planeta, entrou nessa ‘nóia’”.

A rapper ainda contou que sempre teve orgulho de ser negra e, na infância, costumava usar um moletom que dizia: “negro é lindo”. “Me falavam assim: ‘se fosse lindo, o Michael não tinha ficado branco’”, relembrou.

Outro participante, João Luiz, do grupo Pipoca, lembrou que a mudança de Michael Jackson aconteceu por causa de uma doença de pele: “É que ele teve aquele negócio lá, vitiligo”, disse.

No entanto, Karol Conká afirmou que não existe esse tipo de vitiligo: “Eu nunca mais vi nenhuma outra pessoa ter um vitiligo que a mancha pega o corpo inteiro”, respondeu Conká.

Michael Jackson faleceu em 2009 e a autópsia do cantor confirmou que ele sofria de um tipo raro de vitiligo, que afeta cerca de 75% do corpo.

VEJA MAIS: Fiuk fez “aulas de militância” antes do BBB21 e é exposto por professora

Confira:

https://twitter.com/crisayonara/status/1355920253285445637
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio