KELLY CLARJSON
A cantora norte-americana Kelly Clarkson (FOTO: Reprodução)

Kelly Clarkson está se divorciando do marido de Brandon Blackstock, após sete anos de relação. Contudo, a loira se viu envolvida em outra batalha judicial com seu sogro, Narvel Blackstock.

Recentemente, ela se opôs a uma ação movida pelo Starstruck Management Group de Narvel sobre comissões não pagas, argumentando que violavam o Código do Trabalho da Califórnia.

A cantora de 38 anos supostamente deve mais de US $ 1,4 milhão (R$ 6 milhões) em comissões, além dos US $ 1,9 milhão que ela já pagou, de acordo com o processo aberto em setembro.

De acordo com a People, ela entrou com uma petição trabalhista em 20 de outubro, argumentando que eles violaram o código ao ‘obter, oferecer, prometer ou tentar obter emprego ou compromissos‘ sem obter primeiro uma licença de agência de talentos.

A petição afirmava que todos os acordos deveriam ser ‘declarados nulos e inaplicáveis‘, incluindo um contrato verbal relatado no qual ela concordava em pagar a eles uma comissão de 15% sobre seus ganhos brutos.

Ela também afirmou que Starstruck violou os requisitos de licenciamento implementados pelo Talent Agencies Act.

LEIA TAMBÉM: Compositor critica arrogância de Gusttavo Lima após ficar milionário com hit do cantor

Kelly Clarkson listou as violações: não apresentar um pedido por escrito para obter uma licença, não redigir um contrato formal de agência de talentos com ela, exigir ‘taxas e compensação inescrupulosas’ dela por ‘serviços ilegais’.

Ela também alegou que eles forneceram informações falsas a respeito de seus compromissos e não depositaram uma fiança de $ 50.000 com o Comissário do Trabalho, entre outras violações.

A artista ainda afirmou que Brandon e Narvel serviram como agentes de talentos não licenciados durante seus 13 anos na empresa de gestão. Ela argumentou que não deve a comissão que eles estão exigindo e que eles deveriam devolver o dinheiro que ela pagou anteriormente.

O advogado de Starstruck, Bryan Freedman, posteriormente divulgou um comunicado, alegando que a petição ‘convenientemente ignora o fato de que Kelly tinha sua própria agência de talentos licenciada [Creative Artists Agency] em todos os momentos.’

Ele continuou: ‘Embora o Starstruck Management Group fornecesse serviços de gestão de talentos em seu nome, o fazia sempre que a CAA era sua agência oficial.

‘É uma pena que Kelly esteja novamente tentando evitar o pagamento de comissões devidas a Starstruck para tentar obter alguma vantagem percebida em seu processo de custódia e divórcio em andamento.’