kesha
A cantora norte-americana Kesha (FOTO: Divulgação)

Foi divulgada nesta quarta-feira (dia 19), “Here Comes The Change”, a nova música da cantora norte-americana Kesha. A cantora publicou também um texto pelo onde comentou a questão da luta pelos direitos humanos nos Estados Unidos. “Se nós não participarmos, se não fizermos as nossas vozes serem ouvidas, as coisas ficarão piores. Nós devemos nos envolver, devemos votar”, afirmou a cantora.

VEJA TAMBÉM: Anitta recebe unfollow de fãs-clubes e seguidores após polêmica sobre Bolsonaro

Através das redes sociais, Kesha ainda comentou “Eu queria fazer algo para prestar uma homenagem a Ginsburg, que passou uma vida inteira lutando ferozmente pela igualdade, sem sinais de diminuir o ritmo. Queria fazer minha voz ser ouvida. Juntos podemos provar aos nossos líderes e ao resto do mundo que não iremos tolerar desafios à igualdade e liberdade em nosso país”.

VEJA TAMBÉM: Avril Lavigne divulga nova música após doença causada por carrapatos

A música foi incluída na trilha sonora do filme “On The Basis of Sex” (“Com Base no Sexo”, em tradução literal), que será lançado no mês de dezembro nos Estados Unidos. O longa conta a história da líder feminista Ruth Bader Ginsburg e sua jornada lutando pela igualdade de direitos.

“Espero que a música e o vídeo te lembre que nem todos precisam que ser tão gigantes quanto esses heróis para fazer a diferença. Todos podemos votar e falar o que acreditamos. Todos podemos ter um impacto positivo em nosso futuro compartilhado”, concluiu a cantora.

Pink, Avril Lavigne e Adam Levine assinaram documentos a favor de Kesha em processo contra Dr. Luke

Agora foi revelado que a cantora norte-americana teria conseguido aliados bem importantes na sua disputa contra o produtor. Nomes influentes da indústria musical teriam tomado partido da cantora nas polêmicas denúncias feitas por Kesha.

Pink, Avril Lavigne, Kelly Clarkson e Adam Levine teriam assinado documentos onde alegam que também chegaram a ter problemas com o produtor.

VEJA TAMBÉM: Após incidente, Youtube adia produção de novo documentário sobre Demi Lovato

“A razão pela qual eu não trabalhei com o Dr. Luke desde 2006/2007 não tem nada a ver com Kesha Sebert, suas palavras ou suas ações”, afirma o documento.

O objetivo dos testemunhos é reunir o maior número possível de evidências de que outros artistas também tiveram problemas com o produtor, independente das acusações da cantora. site The Blast teria obtido inclusive algumas imagens dos documentos assinados por Pink (Alecia Beth Moore) e por Avril Lavigne:

instagram / emrata
instagram / emrata

Vale destacar que todos os artistas citados acima já tiveram grandes hits em parceria com Dr. Luke. Enquanto Pink tem “Who Knew” no currículo, Avril Lavigne tem “Girlfriend”, Kelly Clarkson possui “Since U Been Gone” e Adam Levine tem “Sugar” produzida por Dr. Luke.

De todos os citados acima, Kelly Clarkson foi uma das artistas que posteriormente mais criticaram a parceria com Dr. Luke chegando a afirmar que o produtor não é uma boa pessoa e que ela foi forçada a trabalhar com ele.