lady gaga 2
A cantora norte-americana Lady Gaga (FOTO; Reprodução)

Uma série de celebridades se posicionaram contra Donald Trump durante a sua presidência. Muitos cantores recusaram aparições na Casa Branca e não permitiram o uso de suas músicas nos comícios do republicano. Mas, parece que com Joe Biden como presidente, esse cenário está prestes a mudar.

A comissão que organiza a posse de Joe Biden, no dia 20 de janeiro, anunciou nesta quinta-feira (14) que Lady Gaga cantará o hino nacional dos Estados Unidos durante a cerimônia. Jennifer Lopez também terá uma participação no evento, segundo os democratas.

F5 - Celebridades - Trump chama Bon Jovi de 'puxa-saco' e critica Lady Gaga  após artistas apoiarem Joe Biden - 02/11/2020
(FOTO: Reprodução)

VEJA MAIS: Ken humano? Maquiador revela processo por trás do novo visual de The Weeknd

As duas cantoras declararam apoio ao novo presidente ainda na época das campanhas. Lady Gaga, que lançou o seu álbum Chromatica no ano passado, participou de um comício no estilo drive-in ao lado de Biden, onde se referiu a Trump como um homem que “acredita que sua fama lhe dá o direito de agarrar uma de suas filhas, irmãs, mães ou mulheres por quaisquer partes de seus corpos”.

Já Jennifer Lopez e seu noivo, o ex-jogador de basebol Alex Rodriguez, participaram de uma conversa virtual com Biden durante a campanha. Quando o democrata ganhou as eleições, ela compartilhou um vídeo comemorando no Instagram.

Tony Allen, responsável por organizar o evento, defendeu a escolha dos artistas que terão participação no evento, declarando que eles “representam o grande panorama da diversidade do nosso ótimo país e vão ajudar a honrar e celebrar as antigas tradições dos ritos de transferência de poder”.

Normalmente, a cerimônia de posse costuma durar vários dias, com dezenas de eventos e festas e chega a atrair milhares de pessoas para o Passeio Nacional. Mas, este ano, por conta da pandemia do novo coronavírus, as festividades não acontecerão.