Lady Gaga
A cantora Lady Gaga (FOTO: Divulgação)

Lady Gaga comentou sua relação com o público LGBT que sempre abraçou desde o início da carreira, numa entrevista durante o Toronto International Film Festival, onde esteve para divulgar o seu mais novo filme “Nasce Uma Estrela”.

“Eu realmente não estaria aqui sem a comunidade gay, o que eles me ensinaram sobre amor, aceitação e bravura. Eu faço uma piada às vezes, por trás de cada ícone feminino há um homem gay”, brincou.

VEJA TAMBÉM: Confira um trecho do novo clipe de Pabllo Vittar com dupla indicada ao Grammy

No papel de Ally, interpretado por Barbra Streisand em 1976, e por Judy Garland em 1937, Gaga tem sido bem acolhida pela crítica. “Já atuei antes, mas nunca fui a atriz principal de um longa-metragem”, analisou.

A artista ainda não poupou elogios ao seu parceiro Bradley Cooper. “Todos os dias no set era uma grande emoção vê-lo trabalhar. Você pode ver as engrenagens girando enquanto ele está trabalhando, mesmo quando ele está no personagem.”

Lady Gaga irá faturar 100 milhões de dólares com residência em Las Vegas

Números milionários foram confirmados para a série de shows residentes que Lady Gaga fará em Las Vegas. De acordo com revista Variety, a cantora assinou um contrato para realizar ao todo 74 shows ao longo dos próximos dois anos, que poderão ser estendidos.

Assim Lady Gaga deverá faturar por todas as apresentações um total de 100 milhões de dólares, o equivalente a mais de um milhão a cada show. Intitulado “Enigma”, o show residente de Lady Gaga em Las Vegas, terá início no dia 28 de dezembro e contará com algumas apresentações com músicas de jazz incluídas no repertório. A residência da cantora em Las Vegas também já conta com 27 shows marcados para 2019. Os shows acontecerão no prestigiado Park MGM e os ingressos já estão à venda.

VEJA TAMBÉM: Causa da morte de Mac Miller ainda não fica clara após autópsia

Vale lembrar que além do show residente em Las Vegas, Lady Gaga está em alta no cinema, com uma atuação no remake “Nasce Uma Estrela”. A performance da cantora no filme chegou a ser apontada por especialistas como favorita a uma indicação ao Oscar. O filme estreia em outubro, no dia 5 nos Estados Unidos e no dia 11 aqui no Brasil.