Lady Gaga fala sobre Chromatica: “Estava me esforçando”

Publicado em 16/11/2021 15:08
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O foco de Lady gaga está totalmente em divulgar o filme “Casa Gucci“. Mas, ela não irá deixar sua carreira de lado. Sendo assim, a loira abriu o jogo sobre seu sentimento com o álbum Chromatica.

Mesmo sendo um projeto “alegre”, Gaga não traz boas lembranças.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Quando eu fiz esse álbum, eu estava me estava me esforçando para fazer música, porque eu estava realmente triste. Eu nem queria criar. Eu acho que isso, como uma performer, é um sinal de quem tem algo errado. Então o ‘Chromatica’, para mim, é a forma que encontrei para dançar durante toda a minha dor”, disse Lady Gaga.

Lady Gaga já chegou a falar sobre com à Vogue, e afirmou que não tem boas lembranças.

“Acho que nunca sofri tanto na minha vida como quando fiz aquele disco. É muito difícil para eu ouvir ele. E é muito difícil para eu até cantar essas canções, mas não porque não sejam maravilhosas ou incríveis, mas porque acabo em um buraco negro, muito negro, no meu coração”.

Explicando para à revista, ela disse: “Eu não tinha mais a capacidade de entender o que era capaz de fazer como pessoa. Senti que não valia quase nada. Mas eu fiz mesmo assim“, soltou ela.

Lady Gaga chora com homenagem à sua carreira feita em programa de televisão

É inegável que Lady Gaga seja dona de uma das carreiras mais bem sucedidas e de múltiplas faces do pop. A cantora foi um divisor de águas na música pop, gravou discos de jazz e fez excelentes escolhas no cinema! No momento, são nas grandes telas onde os fãs estão podendo apreciar o talento da estrela, que interpreta Patrizia Regianni, mandante do assassinado de seu ex-marido Maurizio Gucci, no filme “House of Gucci“. L

O longa retratará o episódio marcante da história da família italiana, dona da grife que dá nome ao filme. A artista se emocionou ao assistir uma retrospectiva com momentos marcantes de sua carreira, enquanto divulgava o projeto em um programa de televisão italiano. O apresentador Fabio Fazio, do “Che Tempo Che Fa”, exibiu um vídeo com registros que iam eras “The Fame” a “Chromatica”. A cantora disse que ficou contente por saber que sua família veria aquelas imagens e ficaria orgulhosa. Ela aproveitou para agradecer ao ator e diretor Bradley Cooper, com quem trabalhou em “Nasce Uma Estrela”.

Donatella Versace elogia Lady Gaga por conta de “House Of Gucci”

Donatella Versace esteve à frente da poderosa grife italiana por anos, após o assassinato de seu irmão e criador do selo, Gianni Versace, desde então a designer e estilista teve a oportunidade de vestir todos dos maiores nomes do estrelato, nomes como Madonna, Michael Jackson, Beyoncé, Britney Spears, Jennifer Lopez e claro, Lady Gaga.

A cantora americana foi o rosto da grife italiana por alguns meses, mas o suficiente para Gaga estabelecer um conexão profunda com Donatella, tanto que Versace tem até uma composição em sua homenagem no álbum “ARTPOP”. Nesta semana, Gaga esteve em Milão, para a divulgação da premiere do filme “House Of Gucci”, onde a Mother Monster interprete Patrizia Regianni, esposa de Maurizio Gucci e mandante do assassinato do criador da grife. Em seu Instagram, Donatella escreveu: “Cada casa de moda tem sua história… mas algumas casas de moda têm a sorte de ter uma protagonista. Lady Gaga, você estava a graça e a elegância personificadas em um Versace hoje à noite em Milão”

Para o tapete vermelho, Gaga utilizou um vestido vermelho assinado pela Versace, que apresentava um top espartilho com detalhes rendados e uma saia justa com uma fenda na coxa alta à esquerda. Gaga também estava usava sapatos de salto plataforma vermelhos e joias da Tiffany & Co.

CONFIRA MAIS: Colega de Anitta, Saweetie, é confirmada no SNL e fãs levantam suspeitas

Lady Gaga revela que improvisou fala icônica do filme “Casa Gucci”

Em recente entrevista, Lady Gaga contou que incluiu uma fala que originalmente não estava no roteiro de “Casa Gucci”. A a artista interpreta Patrizia Reggiani, mandante do assassinado do ex-marido Maurizio Gucci, no filme baseado na história real.

Em uma das cenas, Patrizia Reggiani, diz “Father, son, House of Gucci” (“Em nome do Pai, do filho e da Casa Gucci”), como se fosse uma oração.

Segundo ela, a icônica fala foi um improviso. “Foi algo que Jared [Leto] e eu criamos juntos”, Lady Gaga contou em conversa com ET Online. “Em nome do Pai, do filho e da Casa Gucci? Bem, fizemos na primeira vez e então decidimos manter”, disse.

“Não estava no roteiro”, confirmou Jared Leto, que interpreta Paolo Gucci, o empresário e estilista da Gucci.

“Essas coisas vinham até nós. Acho que vinham de um lugar real de muita espontaneidade no set. Você pode fazer o máximo de trabalho possível antes e, então, quando chega lá, simplesmente bota para fora e conversa um com o outro”, adicionou a cantora.

Lady Gaga diz que Patrizia Reggiani não matou por dinheiro

Durante uma entrevista à Grazia UK no tapete vermelho da pré-estreia de “Casa Gucci“, Gaga revelou como se preparou para a personagem.

“Muito sobre Patrizia ficou comigo. Sua força realmente estava comigo. E também, eu diria que, muita gente não sabe disso mas, quando ela se casou com o Mauricio Gucci, a família inteira dele deu as costas para ele, então ela não casou por dinheiro. E, quando ele também foi assassinado, eles se divorciaram. Então não havia nada em jogo financeiramente para ela quando tudo isso aconteceu, o que eu achei fascinante como mulher porque pensei: “Oh, foi porque ela estava magoada. Então é porque foi amor. Eu passei muito tempo, passei seis meses trabalhando no sotaque e também me aprofundando, como uma jornalista, em sua vida e em suas vidas para ver quais foram os momentos em que ela foi magoada, excluída, traumatizada. E como então isso a motivou para o assassinato?”, disse Lady Gaga.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio