Lana Del Rey diz que quase desistiu de cantar após morte de Amy Winehouse

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Lana Del Rey sempre deixou claro que é grande fã de Amy Winehouse. Em recente entrevista, a cantora abriu o coração e falou sobre como se sentiu devastada com da notícia da morte da artista britânica.

Lana recordou a época em que se mudou para Londres com o empresário Ben Mawson para tentar alavancar sua carreira na música. Ela morava justamente perto do local onde Amy costumava se apresentar.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Eu vivia em um apartamento sem sistema de aquecimento”, disse Del Rey à revista Mojo. “Mas me disseram que [o apartamento] ficava em Camden Road, perto de onde Amy Winehouse costumava tocar e que eu adorava Amy. Eu amava a Amy”, contou ela.

Amy Whinehouse é uma grande inspiração para Lana Del Rey (FOTO: Reprodução)

VEJA MAIS: Katy Perry surge de maiô pela primeira vez após dar à luz; confira!

Um mês mais tarde, Del Rey estava feliz após receber a primeira crítica sobre a sua canção “Video Games” – mas o sentimento foi rapidamente ofuscado.

“Tive 10 segundos da sensação mais eufórica e depois a notícia [estava] em todo o lado. Em todas as televisões, [foi anunciado] que Amy tinha morrido em sua casa e eu fiquei, tipo, não. Não!”, recordou ela, que ainda completou: “Todos estavam hipnotizados com a notícia, mas para mim foi diferente, eu simplesmente perdi a vontade de cantar.”.

Whinehouse morreu de intoxicação alcóolica em 23 de julho de 2011. No ano seguinte, Lana Del Rey lançou o álbum “Born to Die”, que alcançou a segunda posição da Billboard 200, a parada de sucesso de álbuns mais importante dos Estados Unidos.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio