A cantora Lauryn Hill
A cantora Lauryn Hill (FOTO: Reprodução)

A lendária Lauryn Hill acaba de revelar o motivo de nunca ter lançado um segundo álbum completo após o popular “The Miseducation of Lauryn Hill”, de 1998.

“A coisa mais louca é que nunca ninguém da minha gravadora nunca me ligou e perguntou ‘como podemos ajudá-la a fazer outro álbum’. Jamais, jamais. Eu já disse quantas vezes? JAMAIS!” disse Lauryn à Rolling Stone.

“Com ‘The Miseducation’, não havia precedentes. Eu era, basicamente, livre para explorar, experimentar e expressar. Depois de ‘Miseducation’, houve dezenas de impedimentos, politicagem, agendas repressoras, expectativas irrealistas, e sabotadores por toda a parte. As pessoas tinham incluído a mim e meu álbum nas suas próprias narrativas de sucesso, e se ia contra as minhas ideias, eu era considerada um inimigo”.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é lauryn-hill.png
Foto: Reprodução

VEJA TAMBÉM: TV Record cita Beyoncé em reportagem sobre magia negra e revolta fãs

O álbum ganhou cinco prêmios Grammy e conquistou a 10º posição da lista dos “500 Maiores Álbuns” da Rolling Stone.

Lauryn nunca mais lançou outro álbum, mas continua presente no cenário da música. Mariah Carey usou o sample da música “Killing Me Softly with His Song”, dos Fugees, na faixa “Save The Day, de 2020, e creditou os vocais de Lauryn.