Leilão com “roupa fedida” de cantor do BTS é cancelado; saiba motivo!

Estilista revela motivos por trás do fim inesperado do leilão

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O estilista Kim Rieul publicou recentemente uma declaração oficial para falar sobre o cancelamento do leilão do hanbok de Jimin. Há algumas semanas, o estilista foi criticado por vender a roupa com a descrição de que o odor corporal do integrante do BTS estaria intacto.

Em uma declaração publicada no seu Instagram, Kim Rieul revelou que o leilão foi cancelado devido ao pedido da HYBE, bem como a outros fatores, incluindo protestos de fãs.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O traje que seria leiloado (FOTO: Reprodução)

Mais tarde, o estilista continuou explicando nos stories:

“Como cidadão da Coreia do Sul, senti um grande orgulho ao testemunhar o BTS a tornar o nosso país conhecido em todo o mundo.

Além disso, como designer nos últimos 6 anos, criei mais de 300 peças de hanbok. Estas foram feitas para qualquer pessoa que quisesse representar a Coreia, fossem elas famosas ou não. Fiz cada peça pagando todos os custos do meu próprio bolso e não fui pago em retorno.

Queria participar no recente leilão, considerando que recentemente, os chineses têm argumentado que o hanbok lhes pertencia. Na ocasião, um dos leilões de belas artes mais representativos da Coreia, ‘My Art Auction’, me proporcionou uma boa oportunidade. Esperava que este evento tivesse mais significado do que apenas o simples ato de leiloar um hanbok.

Infelizmente, o leilão foi cancelado. No entanto, prometo continuar saudando a todos com bons desenhos de hanbok no futuro”.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio