leonardo
O cantor goiano Leonardo (FOTO: Reprodução)

Com uma das línguas mais afiadas do mundo sertanejo, Leonardo causou polêmica nas redes sociais nesta semana. Em meio a pandemia mundial do coronavírus, o sertanejo deu um show recente onde resolveu se pronunciar sobre o assunto incentivando as pessoas a continuarem mantendo relações sexuais apesar dos riscos de contaminação.

Trinta milhões no Brasil que tem HIV. Vamos ser sincero? Ninguém usa camisinha. Agora 900 casos confirmados tem que usar máscara? Eu cheguei a conclusão que a gente morrer fodendo é melhor que morrer tossindo”. Confira o depoimento abaixo:

O controverso comentário dividiu opiniões entre os fãs do cantor que se manifestaram elogiando a suposta franqueza do músico e também por pessoas apontando uma possível irresponsabilidade na fala do astro sertanejo.

Gente que imbecilidade. Acho q nós somos “relaxados” com cuidados básicos de saúde desde de muitos anos luz atrás” comentou um internauta enquanto outros resolveram alfinetar o dado estatístico citado pelo cantor “Brasil só tem 209 milhões de pessoas .. 30 milhões com HIV E FODA KKK”. Já um terceiro escreveu: “Não é 30 milhões kkkkk não dá nem um milhão”.

VEJA TAMBÉM: Gusttavo Lima bebe demais e revela que passa horas “chupando periquita” da esposa

A informação compartilhada por Leonardo realmente é equivocada. Vale ressaltar que segundo relatórios da UNAIDS 37,9 milhões pessoas convivem com o vírus HIV no mundo (dados de 2018), o que contraria a suposta informação científica mencionada por Leonardo. No Brasil, de acordo com os dados apresentados pela Agência Brasil no fim de 2019, o país conta com cerca de 900 mil pessoas portadoras do vírus HIV.