Lil Nas X diz que seu novo relacionamento parece “leve”

Rapper conta sobre relacionamento e diz ser bastante saudável.

Publicado em 21/8/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em nova entrevista para a revista VMan, o rapper “Industry Baby” se abre sobre os detalhes de seu novo relacionamento, que chama de “um dos melhores” até então. Lil Nas X ainda não divulgou o nome de seu parceiro. “Nós nos conhecemos na época em que eu estava prestes a fazer o SNL [em maio]. Mas começamos a namorar há cerca de duas semanas”, disse ele ao outlet. “Eu sinto que este é um dos melhores [relacionamentos] já feitos. Estou muito feliz com isso, e tudo parece natural. É fácil.”

(FOTO: Reprodução)

A revelação veio apenas uma semana após a entrevista de Lil Nas X com a Variety ser publicada, na qual ele revelou que está namorando alguém que pode ser “aquele”. “Eu tive alguns namorados bons e alguns ruins”, ele compartilhou.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

CONFIRA TAMBÉM: Jurados do The Voice escolhem suas músicas favoritas de Ariana Grande

“Muitos deles estavam emocionalmente indisponíveis ou tinham muita insegurança e outros problemas. Eu encontrei alguém especial agora. Acho que é esse. Não posso explicar – é apenas um sentimento.” O rapper de 22 anos também falou com a válvula de escape sobre sua jornada para se assumir. Ele disse que encontrou homofobia ao crescer, o que “gerou muito ódio a si mesmo”, mas também o tornou mais forte. “Quando eu tinha 17 ou 18 anos, finalmente aceitei – tipo, com certeza aceitei, lentamente, mais e mais”, disse ele. “E agora eu me tornei uma pessoa que é 100 por cento aberta com isso.”, finalizou.

Lil Nas X diz que vídeo de criança apanhando o fez lembrar do passado

De transar com Satanás em seu videoclipe “Montero (Call Me By Your Name)” a beijar um dançarino no palco no BET Awards, a ações de Lil Nas X rapidamente o tornaram um dos maiores ícones queer da atualidade. Em entrevista à revista Out, o rapper de 22 anos abriu o coração e falou mais sobre o que o motiva.

“Crescendo em Atlanta, eu [vi] muitas microagressões contra a homossexualidade”, explicou ele, citando exemplos como o uso casual e diário de ofensas homofóbicas, bem como declarações como “meninos não choram”.

(Foto: Reprodução)

Não é de se surpreender, então, que um vídeo de um adolescente de 12 anos – identificado apenas como Tyler -sendo agredido por sua família chamasse a atenção de Lil Nas X.

No clipe, compartilhado no Instagram Live em 17 de junho de 2021, Tyler é esbofeteado, empurrado e repreendido verbalmente por adultos por fazer “merd* gay”, antes de ter a palavra “GAY” raspada em seu cabelo. Depois viralizar, o vídeo resultou na prisão de três membros da família pelo Departamento de Polícia de Atlanta, que foram acusados de crueldade contra crianças.

“Isso leva você de volta no tempo, observando a experiência de outra pessoa”, disse Lil Nas X sobre o vídeo. Ele encontrou o registro durante os ensaios para sua apresentação no BET Awards. O rapper estava nervoso sobre “Ir para este lugar com todos esses rappers excessivamente masculinos, e você estar lá balançando a bunda, tocando caras, abraçando-os e beijando-os… em algum ponto, eu pensei: ‘deveria mesmo fazer isso? Não sinto que eles vão amar’”.

No entanto, o vídeo o incentivou. “Eu estava ensaiando tipo: ‘Oh, meu Deus. Eu tenho que fazer absolutamente o meu melhor com esta performance por causa de merd*s como esta’”, disse ele à Out.

Desempenhar o papel de ícone queer pode ser um fardo pesado, mas o astro coninua, aparentemente sem esforço. “Tudo isso em busca de me tornar eu mesmo, cada vez mais”, concluiu.

Lil Nas X rebate acusação de “apologia gay”

Como sempre, Lil Nas X vira alvo de polêmica por conta de seus clipes. Após lançar o vídeo de “Industry Baby”, em que se autodeclara homossexual, ele acabou recebendo diversas críticas da ala mais conservadora, inclusive o acusando de incentivar meninos a virarem gays.

“(Deixando) Todas as piadas de lado, a ideia de uma agenda gay não faz sentido. Se alguém te influencia a chupar pau, você provavelmente já queria chupar pau“, disparou ele, sobre o tema.

No tweet, seguidora confrontou Nas X dizendo que as pessoas, no geral, são facilmente manipuladas. Lil Nas X mostrou todo seu deboche ao responder: “Sim, a manipulação é real. Agendas são reais. Eu simplesmente não acredito que eu, em uma prisão fictícia com outros homens, poderia levar um homem heterossexual a decidir chupar pau”, disse.

Nesta sexta-feira (23), Lil Nas X lançou seu single “Industry Baby”. Na letra, ele orgulhosamente um dos trechos, se trata de “I don’t fuck bitches, I’m queer”. Traduzindo, significa: “Eu não faço sexo com vadias, eu sou queer“.

Além disso, no vídeo, o cantor usa sua arte para reverter quadros racistas. Ele anunciou a contribuição com o “Fundo Bail X”, que juntará doações junto com a organização The Bail Project. A ideia é pagar a fiança de pessoas negras que estão presas por infrações leves.

“A música é a forma como luto pela libertação. É meu ato de resistência. Mas também sei que a verdadeira liberdade requer uma mudança real no funcionamento do sistema de justiça criminal. Começando com fiança em dinheiro.”

“Eu sei a dor que o encarceramento traz para uma família. E eu sei o impacto desproporcional que a fiança em dinheiro tem sobre os negros americanos e a comunidade LGBTQ. Vamos trazer as pessoas para casa e lutar por liberdade e igualdade. Acabar com a fiança em dinheiro é uma das questões de direitos civis mais importantes de nosso tempo.”, disse o cantor.

No Twitter, o rapper ainda falou: “Lil Nas X usa seu vídeo “Industry Baby” com o tema da prisão como uma arrecadação de fundos para o Projeto Bail, que é uma organização sem fins lucrativos que combate o encarceramento em massa.”

Além disso, ele fez questão de ressaltar que é gay. “Eu sinto que isso foi importante, porque eu já sabia que essa música seria muito mais uma música de rap pesado. E eu sabia o tipo de público que iria escutar. Então eu quis dar certeza de quem se tratava, porque muitas pessoas têm dito, ‘Oh, bem, eu gosto da música dele, mas ele é suspeito’. Foi tipo, eu queria dar a certeza para eles que eu sou gay. Este sou eu avançando. Não foi um momento, sabe? Na verdade, não estou tentando garantir que o público que está ouvindo minha música se sinta confortável. Eu vou fazer para mim e não espero que ninguém ame“, disparou ele, em entrevista ao Zane Lowe para a Apple Music.

(FOTO: Reprodução)

O americano esbanja originalidade e tem muito orgulho disso. Ele se sente mais livre com sua arte depois que assumiu sua homossexualidade. “Na verdade, sinto-me 100% mais forte. Eu me sinto mais poderoso para ser capaz de entrar no meu eu real e ser eu mesmo nesses álbuns e ainda tê-los estourando com hits e com uma sonoridade tão boa. E sim, sou eu. Realmente. Tipo, eu não gosto de fazer rap sobre a vida de outra pessoa. Como se eu não estivesse cantando sobre a situação de outra pessoa. Como se fosse eu e me sentisse muito melhor sabendo disso, sabe?“, comentou.

CONFIRA TAMBÉM: “Industry Baby”: Lil Nas X lança música produzida por Kanye West

Lil Nas nos faz entender que a vida é feita de fases e que as coisas estão sempre mudando. “Apenas sempre me lembrando de que está tudo bem ter momentos de baixa, tanto quanto está tudo bem ter seus momentos de alta“, disse. “Tem acontecido muitas idas e vindas agora internamente porque estou passando por uma grande transição na minha vida. Estou ficando mais confortável por ser afeminado. Muito mais confortável em sair e namorar pessoas e não me preocupar com o que vai acontecer com a minha carreira se eu gostar de ter uma vida amorosa também e coisas assim“, desabafou o rapper.

(FOTO: Reprodução)

“Eu tenho tentado descobrir isso nos últimos dois anos, mas também é tipo muitas vezes, gosto de me auto sabotar nessas coisas, nessas situações e isso está apenas crescendo. Estou tentando crescer e tentando não cometer os mesmos erros da última vez. A vida é uma batalha de ciclos constantes até você acertar em algo“, completa. Entretanto, tudo isso, faz parte de um processo.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio