simon little mix
(FOTO: Reprodução)

Além de ser o criador do programa X-Factor, o empresário Simon Cowell se consolida como um dos nomes mais fortes da atualidade na indústria musical. Gigantes da música como Camila Cabello, Little Mix e o One Direction são alguns dos nomes que encontraram sucesso mundial nas carreiras após receberem o “toque de Midas” do magnata.

Após vencerem o reality show X-Factor em 2011, a girlband Little Mix assinou um contrato com Syco, selo da Sony Music comandado por Simon Cowell. Porém a relação entre as partes acabou se desgastando e durou até os últimos dias, quando o quarteto anunciou que estava de saída da gravadora.

Numa entrevista ao The Sun, Simon Cowell comentou sobre o conturbado rompimento com as garotas do Little Mix e explicou seu ponto de vista sobre toda a confusão. O magnata responsabilizou a empresa Modest Management pelo rompimento entre as partes. A empresa costumava gerenciar a carreira de vários artistas do selo, incluindo a girlband.

Foi apenas embaraçoso, mas, curiosamente, eu estava mais irritado, novamente, não sobre mim, mas sobre o fato de pessoas que trabalharam tanto na minha companhia estavam sendo deturpadas. Por que os artistas pensam que são mais importantes que os membros da equipe? Eles não são. Eles são a mesma coisa. A ironia foi a música sobre o qual elas estavam discutindo, que é ‘woman like me’, elas não queriam gravar. Este foi um desses momentos irônicos que estávamos tendo um sucesso em mãos e ninguém ficou feliz”.

O jurado do The X Factor ainda explicou que a decisão pelo fim da parceria não foi motivada por razões financeiras. “Não foi por dinheiro. Basicamente, eles (a modest management) disseram que fizemos um trabalho terrível. Eu tinha concordado em não falar sobre isso publicamente porque achava que era um assunto privado. Eu disse: ‘não podemos trabalhar com essa gerência, é simples assim’”.

Simon pretende se encontrar com Jade, Jesy, Leigh-Anne e Perrie ainda esta semana para deixar tudo esclarecido: “Só para que elas possam ouvir de mim e eu possa ouvir isso delas”. Todo mundo gostaria de pensar: ‘deve ter havido algo enorme e é por isso que tudo acabou’. Bem, eu posso te mostrar toda a correspondência entre eu e as garotas ao longo dos anos, nunca houve um exemplo de nada ruim. Como eu disse no meu e-mail para elas, mantenho o fato de que elas são o grupo de garotas mais esforçadas com quem já trabalhei. Elas merecem tudo o que têm”.

Mesmo passando por um momento conturbado, o Little Mix tem uma grande agenda de compromissos para cumprir nas próximas semanas. Nesta sexta-feira (dia 16), teremos o lançamento do quinto álbum de estúdio das britânicas, o “LM5”, já sob outro selo da Sony Music, a RCA.

Garotas do Little Mix foram aconselhadas por gravadora a paquerar homens importantes

Numa entrevista para a revista ASOS, Jade Thirlwall do grupo Little Mix comentou sobre um episódio, no começo da carreira da girlband, que surpreendeu os fãs do quarteto.

Logo no início da carreira quando elas se encontravam com grandes nomes da indústria fonográfica nos Estados Unidos, um membro de sua gravadora (Columbia Records no mercado estadunidense) lhes deu um conselho bastante específico e polêmico.

“Nós fomos para um evento de rádio nos Estados Unidos, cheio de VIPs. Alguém da gravadora disse, ‘Vá lá e flerte com todos esses homens importantes’”, afirmou Jade. “Eu fiquei tipo, ‘F**a-se. Por que eu tenho que ir e flertar para ter minha música nas rádios?’.”

Ainda na entrevista, Jade revelou um caso de machismo sofrido por elas também no início do grupo. “Um produtor nos falou que nós não deveríamos compor, que deveríamos apenas receber músicas. Nós percebemos que nós – como mulheres – temos que trabalhar dez vezes mais, o que é muito irritante porque a gente escreve músicas sim”, explicou Jade.

VEJA TAMBÉM: Beijaço de Anitta em 24 pessoas foi motivado por eleições; entenda

Já Leigh-Anne, tentando concluir o assunto sobre o sexismo sofrido pelo Little Mix, ainda relembrou dos tempos da participação do grupo no X Factor UK, programa que revelou o quarteto e onde elas se consagraram como vencedoras. A integrante do grupo afirmou que os produtores do reality musical na verdade não acreditavam no potencial delas.

“Nós nem íamos passar para a fase dos shows ao vivo no X Factor. Eles não acreditavam que uma girlband poderia conseguir isso, então você já está decepcionando mulheres e garotas. Nós jogamos essa ideia pela janela”, afirmou Leigh-Anne. Vale destacar que as meninas do Little Mix fizeram história no reality musical por serem a única girlband a conseguir vencer a competição em 14 anos de programa.