pabllo vittar
A cantora maranhense Pabllo Vittar (FOTO: Reprodução)

Numa recente entrevista à revista Quem, o astro mineiro Lucas Lucco sugeriu ter sofrido preconceito depois de fazer uma colaboração com Pabllo Vittar, na canção “Paraíso”. Segundo o músico, inúmeros artistas do meio sertanejo acabaram se afastando e lhe criticaram por ter gravado e protagonizado cenas sensuais com a cantora drag queen.

“Meus fãs se sentiam bem em irem como drag queens no meu camarim. Eu criei uma relação com esse público também. Eu digo: ‘Comigo, vocês não precisam ter medo. Vocês vão ser muito bem recebidos. Eu, um artista heterossexual, recebi muitas críticas.“, revela Lucco. “É muito machista. É aquele negócio: ‘tenho quatro filhos, transo todo dia com minha mulher’. Muitos artistas até se distanciaram de mim por conta disso. Eu até acho bom”, acrescentou o músico.

PABLLO LUCAS LUCCO
(FOTO: Divulgação)

Apesar do preconceito vivido, Lucas revela que não guarda arrependimentos em ter gravado o videoclipe sensual com Vittar e afirma que as decisões da carreira são tomadas de acordo com seus valores pessoais.

VEJA TAMBÉM: Katy Perry diz que filha mostrou dedo do meio em ultrassom: “Essa é a minha garota”

“Eu tento tomar minhas decisões de acordo com o que eu acredito. Quando uma pessoa quer divulgar o bem, para que outras pessoas façam o mesmo, acho que é inútil se preocupar com os críticos. O mais importante é o que está dentro do seu coração. A verdade sempre aparece. Se eu tivesse fazendo uma boa ação para poder aparecer e ganhar curtidas, uma hora a casa cairia. Está na hora de o bem aparecer mais. O mal está em todo lugar, toma conta dos noticiários, de tudo. O bem tem que ser mais invasivo, tem que combater de frente para mostrar o poder que a gente tem. A divulgação é por isso! Me questionei muitas vezes, mas cheguei a conclusão de que estou no caminho certo e por isso vou continuar fazendo isso”, concluiu.

Assista ao sensual clipe de “Paraíso”, lançado em 2018 e que conta com toques do clássico “A Lagoa Azul”: