ludmilla
A cantora fluminense Ludmilla (FOTO: Reprodução)

O tão aguardado EP de pagode de Ludmilla já tem data de lançamento, a cantora não disse ainda quando será mas deu pistas ao postar “é um dia muito especial para mim e pessoal.” Alguns fãs apostam que acontecerá dia 24 de abril, no aniversário da cantora, quando completará 25 anos.

A ideia do EP de pagode veio após muita insistência dos fãs ao verem a funkeira cantando em uma festinha em casa, Lud falou que se ganhasse o Prêmio Multishow gravaria um EP todo dedicado ao pagode, e para nossa alegria a musa ganhou os troféus de música chiclete e melhor cantora.

VEJA TAMBÉM: Valesca Popozuda fala sobre assédio no Carnaval

A gravação aconteceu em dezembro, contendo duas regravações e quatro músicas inéditas. Ferrugem, Thiaguinho, Belo, Dilsinho e Mumuziram ajudaram a carioca nesse projeto.

Ludmilla cantou em um show no Rio de Janeiro uma de suas músicas inéditas, confira:


Sempre vai embora sem olhar pra trás
Gritar, bate nos peitos, jura que não volta mais
E sem ter motivo, põe a culpa em mim
E mais uma vez o triste fim
E o meu coração, tão doce e paciente
Morre de saudade, começa a ficar a doente
Me afogo na cerveja, lá se vai a minha paz
Saudades do meu sorriso, ele já não existe mais
Procuro em outra boca o gosto da sua
Grito ‘segue o baile’, pois a vida continua
Se vou mentindo pra mim, se vou mentindo pra mim
Faço a minha mala, dou uma viagem
O comentário é foda, é Ludmilla na cidade
Luzes, sexo, festas, drogas, me sinto vazia
Sem ela, nada disso importa
Então volta aí, então volta aí, quero te ver
Então volta aí, então volta aí, amo você
Então volta aí, então volta aí, então volta aí
Que droga, esse amor é muito
Então volta aí, então volta aí, quero te ver
Então volta aí, então volta aí, amo você
Então volta aí, então volta aí, então volta aí
Que droga esse amor
Então volta aí, então volta aí, quero te ver
Então volta aí, então volta aí, amo você
Então volta aí, então volta aí, então volta aí
Que droga esse amor