ludmilla
A cantora fluminense Ludmilla (FOTO: Reprodução)

Em conversa sobre racismo, machismo e LGBTQfobia no Altas Horas, ao lado de grandes artistas como Alcione, Roberta Miranda e Maria Gadú, Ludmilla contou sobre um episódio de racismo que aconteceu com ela no avião.

A cantora afirmou que estava indo para a Itália de primeira classe e incomodou “uma senhora branca”: “Ela virou e falou: ‘tem certeza que o seu lugar é aqui?’. Na inocência, olhei de novo [o cartão de embarque] e disse que sim. Ela fez, ‘ah’, levantou e foi em direção ao comissário. [Pensei] Não acredito que ela está fazendo isso“.

Está incomodada porque eu vou sentar aqui? Se está incomodada, ela vai ter que se mudar. Ela não foi do meu lado no voo e mudou de lugar“, continuou.

VEJA TAMBÉM: Fãs de Anitta fazem plano pra nova música de Ludmilla “ir mal” nas paradas

E ainda desabafou: “Não aceitou que uma preta tem a mesma condição dela de ir na primeira classe, ela que tem se mudar e sair da sociedade por não aceitar esse tipo de coisa“.

Na última semana, a cantora fez um protesto contra racismo em sua super apresentação no Prêmios Multishow, que contou com as músicas ‘Cheguei’, ‘Rainha da Favela’ e ‘Verdinha’.

Durante uma transição entre as músicas, Ludmilla expôs áudios onde mostrava pessoas a chamando de macaca, traficante e criminosa.