Luísa Sonza supera Ludmilla como a segunda cantora pop no Brasil

Publicado em 5/21/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O funk definitivamente desceu os morros cariocas. A cantora e funkeira gaúcha Luísa Sonza superou sua colega Ludmilla em números de ouvintes no Spotify Brasil. Tal bola, vale lembrar, até chegou a ser cantada anteriormente aqui no site. Segundo aponta a plataforma, Luísa Sonza possui 7.770.826 ouvintes mensais enquanto Lud acumula 7.369.007 ouvintes mensais. Uma diferença de quase 400 mil ouvintes se levarmos o cálculo mais a risca.

Apesar dos quase dez anos de carreira desde que começou a fazer sucesso com “Fala Mal de Mim” (2012), ainda nos tempos de MC Beyoncé, a cantora Ludmilla vem cada vez mais enfrentando uma forte concorrência no funk. Tudo porque desde que “Onda Diferente” foi lançada em 2019, Lud ainda não experimentou um sucesso top of market como os de sua colega Luisa Sonza.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Vamos relembrar então?

Os maiores sucessos de Lud, no Spotify seguem sendo sua parceria com Anitta e Snoop Dogg (91 milhões de execuções) e também sua colaboração com Léo Santana na faixa “Invocada” (94 milhões). Enquanto isso, Luisa Sonza vem comendo pelas beiradas. Com metade do tempo de carreira de Lud, a namorada de Vitão vem alcançando resultados expressivos na plataforma digital: Braba, hit solo de Luisa, possui nada menos que 112 milhões de execuções no Spotify enquanto Combatchy ultrapassou os 123 milhões. Lançada em dezembro, Modo Turbo, parceria com Pabllo e Anitta já alcançou 78 milhões de views e encostou em “Verdinha”, outro grande sucesso de Lud que foi divulgada já há quase um ano e meio.

Outra métrica que conta a favor de Luisa Sonza é o fato do seu nome estar há 12 meses somados na frente de Ludmilla nas tendências virtuais apontadas pela plataforma Google Trends. Mesmo no início deste ano, Lud tendo lançado o DVD “Numanice” e os hits “Deixa de Onda” e “Pra Te Machucar” com parceiros importantes como Thiaguinho, Dennis DJ e Major Lazer, seu nome acabou sendo superado pontualmente por Luisa em buscas na web (confira no gráfico abaixo).

No último single citado acima (“Pra Te Machucar”), aliás, Ludmilla apostou num clipe onde uma cantora negra é injustamente substituída por uma artista branca após um sequestro feito por alguns engomadinhos. Será que tal ideia foi alguma indireta para alguma cantora em especial? Ou será que trata-se somente de uma provocação sobre como os artistas pretos são frequentemente ofuscados por artistas brancos na mídia?

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio