luisa sonza
A cantora gaúcha Luísa Sonza (FOTO; Reprodução)

Segundo o jornalista Erlan Bastos, apresentador de uma afiliada da Record, Luísa Sonza teria dado um tapa na cara de uma advogada negra e agora está sendo processada por racismo.

Segundo Erlan, consta no processo que o fato relatado pela vítima ocorreu no dia 22/09/2018, em um festival gastronômico em Fernando de Noronha, que tinha Luísa Sonza como atração musical. Ainda segundo o relato divulgado pelo jornalista, Isabel Macedo se levantou para ir ao banheiro e cruzou com a cantora no caminho. “Isabel foi agredida com um tapa no braço pela cantora, que ordenou em um tom ríspido que Isabel fosse buscar um copo de água”, diz um trecho da acusação divulgada pelo jornalista.

Erlan ainda diz que segundo a acusação, a cantora repetiu a frase de maneira grosseira. Isabel, por sua vez, disse que não era funcionária do estabelecimento e sim cliente. “Após a explicação, visivelmente surpresa, a cantora indagou se Isabel era funcionária do local, como se não fosse crível que uma mulher negra pudesse estar naquele restaurante na qualidade de cliente”, diz um outro trecho da acusação.

VEJA TAMBÉM: Herdeira da mansão de Freddie Mercury trabalhou como vendedora em loja de roupas

Em contato com a assessoria da cantora, foi emitida a seguinte nota: “Essa história é absurda e não existiu. Vamos nos pronunciar através da nossa assessoria jurídica, aguardarem por favor“.

CONFIRA A NOTA COMPLETA DA ASSESSORIA DE LUÍSA SONZA ABAIXO:

“A assessoria jurídica da artista Luísa Sonza, através do seu advogado José Estavam Macedo Lima, vem a público informar que tomou conhecimento do referido processo pela mídia. Que a cantora até a presente data não foi citada de nenhuma ação que venha a lhe imputar o fato que está sendo noticiado. Que as acusações são falsas, inverídicas e vêm em um momento oportunista em razão do crescimento exponencial da carreira da artista. Informa, ainda, que nunca ofendeu ou discriminou qualquer pessoa. Causa estranheza as acusações de racismo, pois até a presente data a artista não recebeu qualquer notificação das autoridades policiais sobre a suposta investigação. Todas as medidas administrativas e judiciais serão adotados para proteger a honra e a intimidade da artista.”