Madonna, Beyoncé e Michael Jackson estão entre os artistas mais visuais da história

MTV é homenageada com lista dos pioneiros os videoclipes artísticos.

Publicado em 2/8/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Nada como ouvir uma boa música enquanto esta está acompanha de um videoclipe impecável, não é mesmo? No começo, o objetivo do vídeo era apenas fazer a divulgação da canção, mas hoje em dia, um clipe bem elaborado é tão aclamado quanto a música. Os pioneiros desse movimento foram artistas como Michael Jackson, Madonna e Queen.

Pensando nisso, com o crescimento da MTV – há exatos 40 anos e alguns artistas se destacaram por iniciar a era dos clipes cada vez mais artísticos e cinematográficos. Para relembrarmos os melhores momentos da música, foram escolhidos pela revista SPIN os 6 artistas mais visuais da história. Não perca!

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

6 – Beyoncé

Queen B não poderia ficar de fora em uma lista icônica como esta! Gravar grandes clipes para todas as faixas de um álbum, no caso o “B’Day”, em 2006 foi um dos grandes feitos da carreira de Beyoncé. Com o álbum que levou seu nome, em 2013 e em 2016, com “Lemonade”, a cantora popularizou o que chamamos de “álbum visual”.

5 – “Weird Al” Yankovic

“Weird Al” Yankovic com suas criações geniais o tornaram uma estrela do pop por direito próprio, mesmo não sendo o primeiro comediante a fazer covers engraçados de músicas populares. Com o surgimento da MTV no início de sua carreira, ele adotou a mesma abordagem de comédia em seus clipes. “Eat It”, dirigido por Jay Levey, é uma paródia ao single “Beat It”, de Michael Jackson, com muito senso de humor.

4. Madonna

Estampando o quarto lugar, não poderia faltar também, Madonna. Clipes como “Material Girl”, “Express Yourself” e “Vogue” e muitos outros lançamentos da rainha do pop foram tão icônicos que a marcaram para a história da música. E ainda, sua versatilidade, também ganha destaque, indo desde “Like A Virgin” ao provocante “Like A Prayer”, por exemplo. A diva faz tudo!

3. Björk

A carreira de Björk foi marcada em 1993, com o clipe “Human Behavior”, sendo de arrepiar. A artista islandesa lançou sua carreira solo com uma sequência de clipes inovadores, ao lado de seu amigo e diretor Michel Gondry.

2. Missy Elliott

Quem diria que dançar usando um saco de lixo no clipe de “The Rain” renderia à Missy Elliot o seu lugar como estrela do rap? O padrão de vídeos da rapper é fazer lançamentos que parecem ter acontecido em uma festa em outro planeta, usando paletas de cores extremamente quentes, como em “Get Ur Freak On” e “Gossip Folks”, “Lose Control” e “Work It”, um de seus principais projetos.

1. Michael Jackson

O primeiro lugar não poderia ser de outro além do rei do pop, Michael Jackson, que desde cedo em sua carreira seguiu inovando em suas músicas e produções de clipes, também em seus shows. Lançado em 1982, “Thriller”, foi um de seus maiores sucessos, com passos de dança e enredo conhecidos no mundo inteiro e inesquecíveis. “Billie Jean” foi outra produção de grandíssimo nome, seguida de “Smooth Criminal”, “Remember the Time”, entre quase incontáveis outros.

CONFIRA TAMBÉM: E se Pink Floyd tivesse escrito “Therefore I Am”, da Billie Eilish?

Madonna e Michael Jackson surgem cantando ‘Grease’ em meme hilário

O brasileiro não conhece limites e eu vou te explicar o motivo! Madonna publicou um vídeo hilário em seu Instagram onde ela e Michael Jackson surgem cantando ‘Grease’. Mas, o que chamou atenção foi o fato da legenda do vídeo estar escrito em português: “O que eu queria ter visto”.

Como era de se imaginar, os brasileiros lotaram a pagína da cantora de comentários: “O brasileiro desconhece a palavra “limite”, “Bixa a senhora tá brasileira viu”, “KKKKKKKKKKKKKKK corta esse wifi por favor”, “o brasileiro é mesmo o povo mais criativo”, “madonna pelo amor de deus”.

Confira este momento incrível e hilário:

O dia que Madonna pediu para Michael Jackson se vestir como travesti

Michael Jackson e Madonna levaras os fãs a um surto coletivo em 1991, quando a dupla de cantoras apareceu juntos no Academy Awards (Oscar). Logo depois, correram rumores de que eles decidiram aparecer nos holofotes juntos, querendo dar a entender aos fãs que uma colaboração para um clipe conjunto estaria por vir. No entanto, segundo uma reportagem, tais boatos logo esfriaram completamente depois de duas semanas. Tudo porque Madonna teria pedido ao Rei da Pop para que ele se vestisse como uma mulher no projeto.

Segundo relatos do lendário produtor Babyface, foi o próprio astro que teria relatado o exótico desejo da Rainha do Pop. Na ocasião, o cantor de Beat it respondeu que ele nunca faria isso. Além disso, na mesma conversa, Jackson revelou que a Madonna estava tentando deixar o projeto completamente sob sua perspectiva, o que lhe soou como uma loucura. O produtor norte-americano relata ainda que Michael Jackson ficou realmente enfurecido e isso levou a um ponto onde ele decidiu substituir Madonna por Naomi Campbell no clipe da canção que se chama “In The Closet”. Muito aplicada no meio LGBT, a gíria em inglês, vale lembrar, é sobre alguém que não consegue expressar o que realmente pensa e sente e acaba ficando preso sob o julgamento alheio.

(FOTO: Reprodução)

VEJA TAMBÉM: Sexo a três, homens e mulheres: a vida sexual de Janis Joplin

Informações inicias apontam que Michael Jackson tinha chegado a pedir a ajuda de Madonna na criação do conceito em torno do single de In The Closet. Eles chegaram a se encontrar na sala privada de Michael, nos fundos do estúdio do astro, durante a primavera de 1991, mas no final as suas ideias acabaram por não se cruzar. Numa antiga entrevista de 1992, Madonna revelou que tinha começado a escrever palavras, tinha ideias e coisas e também que as tinha apresentado tudo ao astro, mas Michael Jackson não gostou de nenhuma.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio