madonna
A cantora norte-americana Madonna (FOTO: Reprodução)


live feita por Madonna no começo da madrugada desta sexta-feira (11) confirmou o que muitos fãs já suspeitavam: a Rainha do Pop está escrevendo um filme sobre sua vida.

Entretanto, nesta terça-feira (15), ela contou mais detalhes sobre o projeto. Madonna afirmou que será diretora e co-roteirista ao lado de Diablo Cody (“Juno”). Descrito por enquanto como “a história não contada de Madonna”, o longa terá produção de Amy Pascal (“Adoráveis Mulheres”, “The Post”), Sara Zambreno e Guy Oseary, que é também empresário da cantora.

VEJA TAMBÉM: Carlinhos Maia revela que Luísa Sonza não tratava Whindersson bem

Leia o comunicado feito pela artista na íntegra:

A Universal Pictures anunciou que o estúdio está desenvolvendo um projeto TOTALMENTE NOVO sem título baseado em um dos ícones mais influentes do mundo, Madonna, que ao longo de uma carreira indelével de cinco décadas teve um impacto inovador como música, atriz, diretora, autora e empreendedora que informa todos os aspectos da cultura global, transformando nossa compreensão da arte, sexualidade, feminismo e o papel da mulher no entretenimento.

Madonna dirigirá o projeto e está co-escrevendo o roteiro com o vencedor do Oscar® Diablo Cody (Juno, Tully). Amy Pascal, três vezes indicada ao Oscar® (Little Women, The Post, Spider-Man: Homecoming e o vencedor do Oscar® Spider-Man: Into the Spider-Verse), produzirá para sua Pascal Pictures, da Universal, ao lado de Madonna . Sara Zambreno e Guy Oseary serão os produtores executivos.

Quero transmitir a incrível jornada que a vida me levou como artista, músico, dançarino – um ser humano tentando abrir seu caminho neste mundo”, disse Madonna. “O foco desse filme sempre será a música. A música me manteve indo e a arte me manteve vivo. Existem tantas histórias inspiradoras e não contadas e quem melhor para contá-las do que eu. É essencial compartilhar a montanha-russa da minha vida com minha voz e visão. ”

Madonna é o ícone definitivo, humanitário, artista e rebelde. Com seu dom singular de criar arte que seja tão acessível quanto desafiadora, ela moldou nossa cultura de uma forma que poucos fizeram ”, disse Donna Langley, presidente do Universal Filmed Entertainment Group. “É uma honra incrível para todos na Universal trabalhar ao lado dela, Diablo e Amy para trazer ao público e fãs dedicados ao redor do mundo sua história nua e crua pela primeira vez.”

Este filme é um trabalho de amor absoluto para mim”, disse Amy Pascal. “Conheço Madonna desde que fizemos A League of Their Own juntos, e não consigo imaginar nada mais emocionante do que colaborar com ela e Diablo para trazer sua história de vida real para a tela grande com Donna e nossos parceiros na Universal.

Madonna é uma artista premiada, ativista e humanitária. Certificada como a artista musical feminina mais vendida da história, ela vendeu 335 milhões de discos em todo o mundo e continua sendo a artista solo de turnê de maior bilheteria de todos os tempos. Introduzida no Hall da Fama do Rock and Roll em 2008, a loira continua sendo uma das artistas mais premiadas e aclamadas pela crítica da história, com 658 indicações ao prêmio global e 225 vitórias. Ela agraciou mais de 4.700 capas de revistas cobiçadas em todo o mundo. Gerações de artistas de renome mundial celebram sua influência em suas vidas, trabalho e estilo pessoal.

Igualmente admirada por seu ativismo, a artista é uma lutadora pela liberdade e voz pelos desprivilegiados, lutando pelos direitos LGBTQ, defendendo a igualdade de gênero e apoiando órfãos e crianças vulneráveis ​​por meio de sua organização sem fins lucrativos, Raising Malawi.

O sucesso da cantora na tela grande inclui papéis estrelados em filmes Desperately Coming Susan (1985), Dick Tracy (1990), A League of Their Own (1992) e Evita (1996), que lhe rendeu um Globo de Ouro de Melhor Atriz.

O clássico cult de Madonna em 1991, Truth or Dare, foi o documentário de maior bilheteria de 1991 a 2002. Em 2011, Madonna fez sua estréia na direção teatral com o filme de drama romântico histórico britânico que ela também co-escreveu, W./E. Ela também dirigiu curtas-metragens, incluindo Filth & Wisdom, SecretProjectRevolution junto com Steven Klein, e criou e produziu o documentário I Am because We Are sobre as crianças do Malaui.

Diablo Cody é o roteirista vencedor do Oscar de Juno. Ela também escreveu e produziu Jennifer’s Body, estrelado por Megan Fox; Jovem Adulto, estrelado por Charlize Theron; Ricki e o Flash, estrelado por Meryl Streep; e mais recentemente Tully, com Charlize Theron. Cody criou o Globo de Ouro e a série ganhadora do Emmy, Estados Unidos de Tara, com Steven Spielberg, que disputou três temporadas no Showtime, bem como One Mississippi para a Amazon com Tig Notaro.