maluma
O cantor colombiano Maluma (FOTO: Reprodução)

O cantor Maluma está sendo processado. Segundo o TMZ, Richard Caring, dono da rede de restaurantes SoHo House está acusando o cantor de tentar extorqui-lo para cantar no seu casamento, em Roma.

Segundo o empresário, ele havia contratado Maluma para cantar na cerimônia, que inicialmente seria na República Dominicana em 7 de novembro de 2019. O show era um presente dele para a noiva, que é fã do artista.

Richard teve que arcar com exigências extravagantes do cantor, entre elas cinco passagens de primeira classe, jatinho e um hotel cinco estrelas. Além dos US$ 500 mil de cachê.

VEJA TAMBÉM: Banda de rock pede parceria com Marília Mendonça: “Sofrência metal”

Contudo, três meses antes da cerimônia, o empresário teve que adiá-la “devido às preocupações com a capacidade de entregar um evento dessa magnitude com as restrições atuais”.

Além da data do casamento ter sido alterada para junho de 2020, o local também mudou, agora será em Roma.

Quando a equipe de Maluma foi comunicada, informou que o cantor só se apresentaria caso Richard Caring pagasse o dobro. O empresário já havia dado um sinal de US$ 375 mil e ficou espantado. Em vez de US$ 500 mil, o show sairia por US$ 1 milhão

Por sua vez, a assessoria do colombiano explicou que o valor adicional se devia à interferência que o show privado causaria na turnê europeia de Maluma. O noivo, então, desistiu do show e pediu reembolso do valor adiantado. Porém, o artista não devolveu a bolada. Richard diz que está pedindo a grana de volta desde 2019