(FOTO: Divulgação)

Depois de uma divulgação bastante criticada, Maluma lançou nesta sexta-feira (dia 10), o clipe de seu novo single “Mala Mía”. Apesar de ter divulgado o álbum F.A.M.E. há poucos meses (em maio), essa música não faz parte do terceiro disco do cantor em estúdio.

Marca registrada do colombiano, a faixa veio cheia de sensualidade com uma melodia de reggaeton envolvente. O clipe também segue essa ideia: na história Maluma promove uma festa e percebe que esqueceu de um compromisso logo depois de acordar rodeado por mulheres.

VEJA TAMBÉM: Lali divulga sua parceria com Pabllo Vittar, escute “Caliente”

Confira abaixo:

“Mala Mía” sucede os singles “El Préstamo” e “Clandestino”, parceria de Maluma com Shakira.

Maluma estrelará produção no Youtube Premium

O cantor Maluma estrelará uma produção para o Youtube. O artista colombiano estará em uma produção original em espanhol do Youtube Premium plataforma de streaming do site de vídeos exclusiva para assinantes. A empresa contratou, além dele, os artistas mexicanos Gael Garcia Bernal e a comediante Sofia Niño de Rivera. Maiores detalhes dos projetos ainda não foram revelados de acordo com o site Deadline.

Atualmente Maluma é uma das estrelas latinas de maior repercussão internacional. Seu canal no Youtube possui 17 milhões de inscritos e o cantor já acumula cinco videoclipes com mais de um bilhão de visualizações. Vale lembrar que sua parceria com Shakira em “Chantaje” já foi assistida 2,2 bilhões de vezes no site de vídeos.

VEJA TAMBÉM: Kesha divulga trailer de “Rainbow The Film” filme sobre o seu último álbum

O documentário “Simply Complicated” lançado no fim do ano passado sobre a vida e carreira da Demi Lovato é um exemplo de conteúdo criado exclusivamente para o “Youtube Original”. Agora a direção da empresa pretende investir no mercado latino.

“A América Latina é uma região cheia de contadores de histórias criativos com vozes únicas e estamos ansiosos para trabalhar com eles para levar sua marca inovadora para os fãs do Youtube em todo o mundo”, afirnou Susanne Daniels, chefe global de conteúdo original do Youtube.