O rapper paulista Mano Brown (Foto: Reprodução/Internet)

Na manhã desta sexta-feira (20), Dia Da Consciência Negra, o vídeo de um caso de racismo e agressão contra um homem negro viralizou e gerou revolta na web. O caso também chamou a atenção de Mano Brown.

O crime aconteceu em Porto Alegre, Rio Grande do Sul, em frente a um supermercado da rede Carrefour. João Alberto Silveira Freitas, de 40 anos, morreu após ser espancado por dois seguranças brancos nesta quinta-feira (19).

Tudo teria acontecido após uma discussão dentro do mercado, envolvendo uma funcionária do local, um PM temporário e um segurança de uma empresa terceirizada. Os responsáveis foram presos em flagrante por homicídio qualificado.

VEJA MAIS: ‘Made In Honório’: Confira trailer da nova série de Anitta

Depois que o mercado apenas publicou uma nota oficial, milhares de internautas se revoltaram e agora pedem que o Carrefour se responsabilize pelo acontecido e tome uma atitude mais ativa, como apoiar a família de João Alberto.

O acontecimento também chamou a atenção do líder dos Racionais Mc’s, que defende o boicote à marca.

“SÓ CONSIGO SENTIR ÓDIO !!!!! 20 de Novembro de 2020 . BOICOTE É PRA SER USADO ! Nosso dinheiro eles nunca discriminam!”, desabafou Mano Brown em seu Instagram.