A cantora gospel trans Manoela Stellfeld

Manoela Stellfeld, natural de Curitiba, é uma cantora gospel trans. Ela deu o que falar ao lançar seu EP, “Posição”. A cantora cedeu uma entrevista ao Lado A, onde deu alguns detalhes sobre sua vida e carreira musical.

A igreja inclusiva me aceita bem, me encontrei. Sei que posso adorar a Deus sendo quem eu realmente sou de verdade!”, disse Manoela.

Seu EP foi gravado durante a quarentena e conta com cinco músicas, todas de sua própria autoria. Os títulos são “Deus Existe”, “Quero Deus”, “Você Tem Valor”, “Posição”, “Até a Terra” e “Sirva Este Deus”.

VEJA TAMBÉM: Após saber que filho foi preso com drogas, Naldo dispara: “Não sei nem o que falar”

A cantora disse que sempre frequentou a Igreja, primeiro a católica, depois a evangélica. Entretanto, em 2013 ela precisou largar por conta do preconceito. “Diziam que eu tinha que mudar, que era o demônio [que me fazia ser trans] e eu não conseguia. Sofri muito. Não dormia à noite. Sonhava em ser livre, liberta”, lembra.

Ela reencontrou a paz quando começou a frequentar uma igreja evangélica focada na inclusão. “A igreja inclusiva me aceita bem, me encontrei. Sei que posso adorar a Deus sendo quem eu realmente sou de verdade!”, explica Manoela Stellfeld.

Sofri bullying na escola, terminei o ensino médio com muita dificuldade. Venci a depressão, tomei remédios, tentativas de suicídio, já passei por tudo isso. Quero levar a minha música para inspirar as pessoas. Quem sabe não surjam mais cantoras trans gospel por aí?!”, diz.

Ouça o EP completo: