Marcelo Falcão
(FOTO: Reprodução)

O músico Marcelo Falcão, ex-vocalista d’O Rappa optou por se manifestar de maneira discreta nas redes sociais sobre a morte de Marcelo Yuka, ex-baterista e um dos fundadores da banda de rock.

A última publicação de Marcelo Falcão em seu Instagram foi neste domingo (dia 20), onde publicou uma imagem totalmente coberta de preto simbolizando luto.

View this post on Instagram

Luto!!!

A post shared by Marcelo Falcão (@marcelo_falcao) on

VEJA TAMBÉM: Integrantes do Rouge dançam ao nascer do Sol no clipe de “Solo Tu”

O corpo de Yuka foi velado neste sábado (dia 19), na Sala Cecília Meireles, na Lapa, Rio de Janeiro. O músico morreu na sexta-feira (dia 18), aos 53 anos, depois de ficar semanas internado, com complicações por causa de um AVC (acidente vascular cerebral).

TRAJETÓRIA

Nascido no Rio de Janeiro em 1965, Marcelo Fontes do Nascimento Viana de Santa Ana, Marcelo Yuka, foi um dos fundadores da banda O Rappa. No grupo, ele era o baterista e o principal compositor do grupo até sua saída, no ano de 2001.

VEJA TAMBÉM: Anitta se explica após suposto apoio a Nego do Borel em caso de transfobia

Com a banda, o músico chegou ao sucesso com o segundo álbum, “Rappa Mundi”, no ano de 1996. Já em 2000, o músico acabou sendo atingido por tiros ao tentar impedir um assalto no Rio de Janeiro e ficou paraplégico.

Yuka ficou conhecido ao escrever sobre temas como violência urbana, racismo e desigualdade social. Canções como “Minha alma (a paz que eu não quero)”, “Me deixa” e “Todo camburão tem um pouco de navio negreiro”, por exemplo, foram escritas por ele.