mariah carey
(FOTO: Reproduçã)

A cada ano que passa a notícia é a mesma: as festas de fim de ano chegam e com elas, Mariah Carey volta às paradas com um clássico de Natal. Mais uma vez a cantora norte-americana reapareceu nas rádios e nas plataformas de streaming dos EUA com a música “All I Want For Christmas Is You”, lançada originalmente em 1994.

Um detalhe importante é que a faixa alcançou um novo pico na Billboard Hot 100 nesta semana e atualmente ocupa a sexta posição entre as cem músicas mais bem-sucedidas no mercado estadunidense. Tanto sucesso se reflete diretamente no faturamento da música.

De acordo com a imprensa britânica, “All I Want For Christmas Is You” rende todo ano cerca de 376 mil libras, que são mais de 475 mil dólares, na cotação atual. Em reais, esse número ultrapassa a marca de um milhão. Para efeito de comparação, nenhuma das dez músicas lançadas pela cantora no seu recente álbum “Caution” chegou numa posição tão privilegiada nas paradas como a sua música natalina.

Mariah Carey lança o seu novo álbum “Caution” com produtores de Justin Bieber

Nesta sexta-feira (dia 16) Mariah Carey lançou o “Caution”, 15º álbum da cantora. O projeto marca a continuidade de uma sólida carreira, que se confunde com a história recente da música pop. São três décadas deixando sua marca na indústria, reinventando sua sonoridade e se adaptando às tendências.

No novo disco “Caution”, Mariah contou com a colaboração de prestigiados produtores como Skrillex, DJ Mustard, Poo Bear e Timbaland. O álbum foi lançado pelo próprio selo da cantora, a Butterfly MC Records, com a Epic Records. Antes de lançar “Caution”, Carey liberou três faxas: “GTFO”, “With You” e “The Distance” as duas primeiras com clipes próprios.

VEJA TAMBÉM: Lady Gaga divulga cover de “Don’t Let Me Be Misunderstood” de Nina Simone

“Realmente é um trabalho de amor. Estou muito animada para mostrar aos fãs”, comentou Carey sobre o álbum. “Essa sou eu nesse momento da minha vida, podendo me expressar como compositora e cantora. Estou em um bom momento”.