Marília Mendonça: Avião estava há 1 minuto de pousar em segurança

Publicado em 26/11/2021 20:02
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O acidente que tirou a vida de Marília Mendonça ainda deixa os fãs confusos com o que aconteceu. No entanto, os investigadores estão conseguindo entender o que aconteceu, aos poucos. As informações são do TV Prime.

O avião bimotor, que caiu no Vale do Rio Doce, em Caratinga, Minas Gerais, teria se acidentado quando faltava apenas 1 minuto e meio para o seu pouso em plena segurança. Esta foi uma das primeiras conclusões que os investigadores chegaram. A aeronave já se preparava para pousar em segurança no Aeroporto de Caratinga, quando acabou caindo.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Nesta última quinta-feira (25), o delegado da cidade de Caratinga, Ivan Lopes Sales, e o médico legista, Thales Bittencourt, concederam mais informações sobre a queda da aeronave, durante entrevista coletiva

De acordo com Ivan Sales, não havia nenhum tipo de problema com o avião bimotor que transportava Marília Mendonça e outros quatro passageiros. As vítimas, vale destacar, foram morreram por politraumatismo, ocasionado pelo forte impacto da queda da aeronave

Segundo Ivan, a polícia conversou com um piloto que estava 20 minutos atrás do avião bimotor que transportava Marília. Ele comentou que houve uma conversa entre os pilotos da aeronave e, em nenhum momento, foi indicado qualquer problema

De acordo com o delegado, o piloto do avião acidentado chegou a falar: “Estou na perna do vento da O2”. Isso, segundo o depoente, significaria que o avião estava em procedimento para pousa, “há aproximadamente 1 minuto e meio da pista”, disse Sales

Marília Mendonça: Polícia atirou em pessoas que tentaram roubar avião da cantora

O acidente de avião de Marília Mendonça na última sexta-feira (5) em Caratinga (MG), pegou todos de surpresa. A queda, tirou a vida de cinco pessoas. Mas, além dessa tragédia, quatro pessoas tentaram roubar pertences da sertaneja na aeronave na madrugada de sábado (6). Desse modo, a polícia militar precisou atirar, com balas de borracha.

A tentativa de furto dos pertences das vítimas foi registrada em um boletim de ocorrência, e o PM Marcio Pereira da Silva havia sido o autor dos disparos, de acordo com informações do G1.

Além disso, segundo a Polícia Militar, três agentes ficaram de guarda no local da queda, no meio de uma cachoeira, após o resgate dos corpos para preservar a cena do acidente e seus destroços. Quatro indivíduos usando lanternas desceram por um morro lateral da cachoeira e tentaram acessar a aeronave em busca de objetos deixados pelas vítimas. 

Segundo o B.O., os supostos ladrões receberam ordem de parar, mas continuaram avançando em direção ao avião até que Silva começou a atirar balas de borracha. Os suspeitos fugiram e a ainda não há informações se foram atingidos pelos disparos.

Marília Mendonça: Cabo é encontrado na hélice do avião

A Polícia Civil de Minas Gerais encontrou um cabo enrolado em uma das hélices do avião que caiu e matou a cantora Marília Mendonça na sexta-feira (5). De acordo com informações do Splash, o delegado Ivan Sales, afirmou que ainda não é possível dizer se esse é o cabo de transmissão de energia elétrica com o qual a aeronave teria colidido, e só será possível afirmar com o laudo da perícia.

Além disso, a Cemig (Companhia Energética de Minas Gerais) informou na sexta-feira que o avião que vitimou Marília e mais quatro pessoas atingiu o cabo de uma torre de distribuição elétrica antes de cair em uma cachoeira em Caratinga (MG), a 309 km de Belo Horizonte. A colisão deixou cerca de 33 mil pessoas sem energia naquele dia.

(Foto: Reprodução)

Avião que caiu com Marília Mendonça, era de Henrique e Juliano até 2020

Neste último final de semana, o Brasil se despediu de Marília Mendonça, ao lado de seu produtor Henrique Ribeiro, seu tio e assessor Abicieli Silveira Dias Filho, do piloto e co-piloto do avião – cujos nomes não foram revelados pela assessoria de imprensa em respeito às famílias e amigos. 

Em compromisso com a memória de Marília Mendonça e ética da profissão, a assessoria de imprensas da artista destaca os principais fatos relacionados ao caso:

  • Acidente: A aeronave decolou de Goiânia com destino a Caratinga/MG, onde a cantora teria uma apresentação na noite de sexta-feira, 05. O acidente, que ocorreu próximo à cidade de Piedade de Caratinga, no Vale do Rio Doce, ainda está em investigação pelos órgãos responsáveis. 
  • Aeronave: Henrique & Juliano venderam a aeronave de modelo C90A, número de série LJ-1078, pouso convencional 2 motores turbo-hélice em 09 de julho de 2020 para empresa PEC TÁXI AEREO. É possível consultar o cadastro no registro aeronáutico brasileiro: https://sistemas.anac.gov.br/aeronaves/cons_rab_print.asp?nf=PTONJ
  • Pertences: Foram resgatados os seguintes pertences de Marília Mendonça: caderno de composição, três celulares, violão dentro da capa e a mala de viagem vermelha da cantora.
  • Marília Mendonça: A cantora sempre se preocupou com a sua segurança e de toda a equipe, por isso, não agendava nenhum tipo de compromisso seguidos no mesmo dia, seja demandas de imprensa, shows e outros tipos de apresentações. Ressaltamos que o único compromisso dobrado em sua carreira ocorreu em 2016 na premiação dos “Melhores do Ano” no Domingão do Faustão, após o show de Itaberaí, Goiás.
  • Assessoria de imprensa: Em conhecimento do acidente, a assessoria de imprensa da artista buscou informações de fontes confiáveis. Estas informaram que estaria tudo bem e que todas as pessoas estavam sendo conduzidas ao hospital, somente para realizar procedimento padrão. Passados menos de 20 minutos, as mesmas notificaram a equipe sobre a fatalidade. A notícia foi repassada, primeiramente, aos familiares das vítimas. Vale ressaltar que todas informações foram disponibilizadas sempre baseadas em fontes confiáveis. Em nenhum momento o equívoco foi intencional, sempre prezamos pela ética profissional e moral. 
  • Velório: O velório de Marília Mendonça e Abicieli Silveira Dias Filho foi aberto ao público no Goiânia Arena, das 13h às 16h30, no último sábado, 06. Estiveram presentes os familiares, amigos próximos e artistas: Maiara & Maraisa, Henrique & Juliano, Jorge (dupla Jorge & Matheus), Mateus (dupla Mateus e Kauan), Luísa Sonza, Fernando (dupla Fernando & Sorocaba), Murilo Huff, Naiara Azevedo, Luísa (dupla Luísa & Murilo), João Neto & Frederico, Vitor & Luan, João Reis, pai de Cristiano Araújo. O cortejo contou com a presença dos ônibus de cantores em homenagem a Marília Mendonça.
  • Sepultamento: Às 18h30, o momento contou apenas com a presença de familiares e amigos próximos da cantora no Cemitério Memorial Parque.
  • Henrique Ribeiro (Bahia): O produtor foi velado e sepultado no cemitério Jardim da Saudade em Salvador/BA, também no último sábado. 

Por fim, a Textos + Ideias, responsável pela assessoria de imprensa da cantora, agradece a todos os profissionais de imprensa que realizaram, com extremo respeito, a cobertura da despedida de Marília Mendonça, Abicieli Silveira Dias Filho, Henrique Ribeiro, do piloto e co-piloto. 

Agradecemos também a força do escritório Workshow, equipe da artista, familiares e amigos que, juntos, honram a memória de Marília Mendonça.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio