maroon 5
(FOTO: Reprodução)

Após bastante demora, a banda Maroon 5 finalmente já decidiu o nome da atração que fará uma participação especial em seu show no intervalo do Super Bowl 2019.

Com a recusa de grandes nomes femininos da música como Rihanna, Nicki Minaj ou Cardi B, que negaram se apresentar em um evento da NFL (a liga nacional de futebol americano dos EUA), o Maroon 5 decidiu convidar o rapper Travis Scott para o show do intervalo.

A informação ainda não foi confirmada oficialmente e foi divulgada pelo site TMZ. Por enquanto, nem o grupo Maroon 5, nem a própria NFL confirmaram a veracidade da notícia.

VEJA TAMBÉM: Ratinho sugere que Pabllo Vittar poderia se casar com Thammy Miranda

A longa espera para a definição de um nome causou bastante polêmica. No geral, as atrações do intervalo do Super Bowl acabam sendo anunciadas com meses de antecedência. Vale ressaltar que evento ocorrerá nas próximas semanas já no dia 3 de fevereiro, em Atlanta.

Nomes grandes do entretenimento passaram a boicotar a NFL como forma de apoio ao atleta Colin Kaepernick, que se negou a levantar durante o hino nacional em protesto contra a brutalidade policial e a morte de negros nos EUA. O atleta acabou demitido da organização e o fato tomou grandes proporções gerando um grande protesto que ultrapassou as linhas do campo de futebol.

Anteriormente o Maroon 5 chegou a sondar nomes como Rihanna, Mary J. Blige, Cardi B, Outkast, Usher e Lauryn Hill, todos sem sucesso. A banda norte-americana está sendo inclusive boicotada por um abaixo-assinado do site Change.org motivado por razões políticas. Mais de 47 mil pessoas assinaram uma petição virtual para que o grupo desista de se apresentar no intervalo do evento esportivo.

Cardi B teria recusado se apresentar com Maroon 5 no intervalo do Super Bowl

Recentemente a revista US Weekly divulgou que Rihanna teria recusado se apresentar no prestigiado intervalo do Super Bowl. A recusa da cantora teria relação com o jogador Colin Kaepernick, que recentemente foi banido da NFL (liga de futebol americana) após um protesto contra a violência policial e o racismo em seu país. 

Agora, faltando poucas semanas para o evento esportivo e com o Maroon 5 confirmado como atração principal, a banda vem enfrentando problemas pra conseguir participações especiais em sua apresentação no evento.

Segundo a US Magazine, Adam Levine e seus colegas de banda esperavam que Cardi B se juntasse a eles para uma participação do hit mundial “Girls Like You”. Porem, uma fonte próxima à organização do evento teria afirmado que a rapper se recusou veementemente a participar do evento em apoio a Colin Kaepernick.

VEJA TAMBÉM: Silvio Santos comenta pela primeira vez polêmica com Claudia Leitte

Vale lembrar que em fevereiro de 2018, a rapper já havia recusado a proposta de subir ao palco como atração principal do evento, fazendo com que os produtores tivessem que buscar outros nomes. Em 2017, durante o VMA, a rapper também protestou a favor do atleta, relembre abaixo.

“Colin Kaepernick, contanto que você se ajoelhe conosco, nós estaremos de pé para você, baby. É isso mesmo, eu disse” afirmou a rapper.