bruno e marrone
A dupla sertaneja Bruno & Marrone (FOTO: Reprodução)

Há alguns dias o sertanejo Marrone, dupla de Bruno foi processado por um ex-sócio que alega ter sofrido calote do cantor. 

Segundo o processo que corre na Justiça, o cantor deve 1,5 milhão, que foi combinado após desfazer uma sociedade com Eurismar Aparecido Ferreira. Os dois era sócios da churrascaria Favo de Mel, em Goiânia (GO), e após o fim da parceria, ficou acordado que Marrone compraria a parte de Eurismar, em 2017, e pagaria o valor em duas parcelas de R$ 750 mil.

VEJA TAMBÉM: Produtor famoso faz música sobre Vitão e Luísa Sonza: “Rouba mozão do outro”

Agora, segundo o site Metrópoles, além do processo movido pelo ex-sócio, Marrone estaria devendo cerca de meio milhão de reais. Os dados teriam sido fornecidos por órgãos de proteção ao crédito, como SPC e Serasa.

Segundo publicado por Leo Dias, e os documento das instituições, o sertanejo deve desde cartão de crédito, no valor de R$ 867,31, até o pagamento de empréstimo a Cooperativa de Crédito dos Empresários do Secovigo, chegando a dever R$ 65.390,78.