Masked Singer: Camilla de Lucas confirma participação em reality de Ivete Sangalo

Publicado em 17/7/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

No dia 10 de agosto, Ivete Sangalo comandará o programa “The Masked Singer Brasil”. O formato do programa, foi criado na Coreia do Sul, e nele, um cantor(a) ou personalidade da mídia compete utilizando máscaras e fantasias que impedem que o público, os jurados e os outros competidores saibam a sua identidade, revelada somente quando o participante é eliminado.

“A ideia do programa, por isso que ele é um grande sucesso, é misturar a expectativa, torcida, música e entretenimento. Eu quero ser uma condutora de alegria, quero ser uma condutora de otimismo dentro desse cenário da música”, disse Ivete em entrevista ao “Fantástico”. Além disso, a ex-BBB Camilla de Lucas também ganhará um quadro dentro do programa.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Como vocês já sabem, eu sou a mais nova contratada da Rede Globo, esperei muito por este momento. Recebi um convite para integrar o time do ‘The Masked Singer Brasil’. Fiquei muito feliz porque sempre foi meu sonho”, disse a ex-BBB durante uma entrevista ao programa “Se Joga” neste sábado (17).

“O que posso adiantar é que estarei por onde? Pelos corredores, não que isso seja novidade. […] Mas eu estarei aqui compartilhando com vocês os bastidores deste programa, que é cheio de mistérios e muita brasilidade. Prometo trazer bastantes curiosidades para vocês.”

(Foto: Reprodução TV Globo)

Assista a primeira chamada do programa:

Popularidade de Ivete Sangalo sobe após protesto contra Bolsonaro

O comentário de Ivete Sangalo sobre o governo Bolsonaro “não lhe representar” acabou trazendo frutos para a cantora baiana. Segundo a jornalista Monica Bergamo, um estudo da consultoria Quest aponta um crescimento na imagem digital da cantora após a fala sobre o governo federal. O discurso da artista, causou indignação na web, após a baiana dizer que o assunto “não é sobre partidos, é sobre humanidade”.

Segundo apurado pela colunista, o Índice de Popularidade Digital (chamado IPD) caiu de 52,1 para 39,5 cerca de 24%, no dia 21. Porém, após nova publicação no dia 22 onde Ivete declarou não se sentir representada pelo governo federal, o IDP da cantora cresceu e voltou ao patamar de 59,6%.

Confira mais detalhes sobre o assunto clicando aqui!

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio