Matuê é detonado após vender colar com o próprio sangue

Artista de trap desabafa após receber ataques por venda de produto inusitado.

Publicado em 9/8/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Na madrugada desta segunda-feira (9), o rapper Matuê desabafou em suas redes sociais para avisar que não está bem nem mentalmente, nem fisicamente após ataques sofrido.

(FOTO: Reprodução)

Tudo isso começou após dele ter anunciado a venda um colar que um dos integredientes seria o “próprio sangue” e pedir em troca a “alma dos fãs” em uma página na internet. Mesmo a ideia não sendo muito convencional, mas não justifica a quantidade de ataques de ódio que ele vem recebido na internet. A quantidade de “hate” sofrido acabou afetando o artista de trap de maneira profunda e ele fez questão de expor o quanto isso está o prejudicando: “Pode me criticar à vontade eu não faço isso pela aceitação de ninguém, mas ficar mandando mensagem mandando eu me m*tar e comentário homofóbico, vocês não vai arrumar nada só um belo de um processo, tá tudo guardado já“, lementou ele.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

(FOTO: Reprodução)

Ele explica que o conceito de seu colar não era pra ser tão mórbida quanto pareceu: “Essa campanha de marketing do colar foi só uma forma da gente coletar os dados de milhares de pessoas pra gente promover a doação de sangue, ninguém ia perder alma nenhuma, só ia receber um e-mail dahora promovendo a doação nesse momento de COVID onde as doações estão em baixa“, relata. No entanto, não funcionou como deveria. “Mas foda se tem gente que estraga tudo, não sabe ver algo estranho/diferente e não querer apedrejar“, disparou.

Matuê fatura R$ 250 mil após lançar loja relacionada ao álbum “Máquina do Tempo”

O sucesso do álbum “Máquina do Tempo” do Matuê poderia ser considerado um sucesso só por ter agradado, e muito, o seu público, mas muito mais que isso, o disco colocou todas as 7 músicas no Top15 do Spotify Brasil, incluindo 6 no Top 10, além de ter a primeira posição, tornando-se a melhor estreia de todos os tempos na plataforma de streaming. Comemorando a grande repercussão, o artista lança hoje a loja virtual com artigos relacionados a “Máquina do Tempo”: www.maquinadotempo.store.

Matuê participou de todo o projeto na direção artística e no desenvolvimento de todas as peças, desde a criação das estampas até a seleção dos materiais. O público poderá comprar na loja desde camisetas exclusivas do álbum, são 17 tipos no total, vinil, chaveiros, adesivos, pins, até um vinil deluxe e o comic book.

(FOTO: Divulgação)

VEJA TAMBÉM: Simone, dupla de Simaria, revela detalhes sobre prisão: “Muito torturante”

Vale ressaltar que o Comic Book é um artigo muito pedido pelos fãs, pois ele complementa os desenhos animados lançados junto com o álbum. As ilustrações também são de Max Andrade e mantêm a mesma estética dos vídeos, trazendo um enredo complementar e novas explicações à história desenvolvida nas animações.

Toda a produção da loja, das estampas das camisetas foram feitas pela equipe 30PRAUM, selo em que Matuê atua como diretor artístico. A expectativa com este projeto é muito grande, já que o público fiel do artista sempre comenta nas redes sociais o desejo pelos artigos relacionados à carreira do cantor.

Em sua rede social, o músico publicou um print onde mostra que já faturou R$ 250 mil, em menos de 3 horas de lançamento!

Máquina do Tempo:

O lançamento de “Máquina do Tempo” quebrou todos os recordes e emplacou seis músicas no Top 10 do Spotify Brasil, com todas no Top 15: “Máquina do Tempo” (#1), “777-666” (#3), “Cogulândia” (#4), “Antes” (#6), “É Sal” (#7), “Gorila Roxo” (#8) e “Vem Chapar” (#14). O álbum também estreou com 3 músicas no chart global da plataforma – “Máquina do Tempo” (#114), “777-666” (#153) e “Cogulândia” (#188). Todas as faixas também estrearam no Top 200 em Portugal.

Em menos de um mês alcançou números importantes, o álbum teve mais de 134 milhões de execuções. A faixa “Máquina do Tempo” tem certificado de platina, com mais de 43 milhõees de áudio/vídeo streams; “777-666” também é platina, totalizando mais de 40 milhões de plays; já “É Sal” conta com certificação ouro, com mais de 20 milhões de execuções. Outro dado importante para o cantor é a música “Kenny G”, sucesso em Portugal, recebendo certificado de ouro com mais de 1.250.000 streams.

Depois de três anos lançando singles, um dos maiores nomes do movimento trap brasileiro estreia o álbum autoproduzido, com sample de Charlie Brown Jr. Conceitual e, ao mesmo tempo, minimalista. O disco, com 7 faixas, apresenta o melhor momento criativo de Matuê. Sem pisar no freio, ele avança com velocidade para além das barreiras da música trap como pouco se viu no Brasil e fora. E, ao acrescentar o conceito de viagem no tempo no disco, em uma jornada colorida, alucinógena e, ao mesmo tempo, cyberpunk, ele também apresenta uma narrativa inédita na música nacional.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio