MC Kevin: 6 meses após a morte do cantor caso será arquivado

Publicado em 15/11/2021 18:09
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Seis meses após a morte de MC Kevin, o delegado Leandro Gontijo, titular da 16a DP (Barra da Tijuca), pedirá o arquivamento o inquérito. Segundo o mesmo, as investigações confirmaram o que laudo da perícia do Instituto de Criminalística Carlos Éboli (ICCE) mostrou – o funkeiro sofreu uma queda acidental da varanda da suíte 502 e não há indícios de brigas, ações violentas e crimes no caso. As informações são do EXTRA.

Além disso, vale ressaltar que semana passada, a garota de programa que estava com MC Kevin, no quarto, deu outro depoimento. Nessa versão, Bianca disse que Jhonatas Augusto Cruz foi até o quarto levar as camisinhas e entrou no chuveiro da suíte e logo depois mostrou-se interessado em também manter relações sexuais com ela. Kevin teria ficado irritado e dito: “Sai fora! Esse maluco vai me arrastar”. Em seguida, quando percebem que o rapaz ainda estava no local, o funkeiro abre a porta e pede mais uma vez sua saída: “Vai me arrastar, tio. Sai daí!”, repetiu.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A moça disse que, logo depois, Jhonatas teria retornado ao quarto, dizendo: “Moiô! Moiô! Estão vindo aí!” VK teria dito ao funkeiro: “Sai fora, tio, vai moiá pra você. Deixa que eu fico com a bebê aqui”. Novamente muito irritado, Kevin teria gesticulado e reclamado com VK sobre o fato de ter contratado Bianca para ter relações sexuais e não ter conseguido. Ele teria colocado o short então e ido para a varanda.

Bianca contou aos policiais que, nesse momento, sentou na cama sem entender o que estava acontecendo. Ela foi chamada por Kevin, que teria dito querer ficar sozinha com ela, mas mais uma vez Jhonatas e VK teria falado sobre a chegada de alguém: “Estão chegando! Estão chegando”, gritou o primeiro, e “Sai fora! Se esconde”, orientou o segundo.

A modelo diz ter se distraído por alguns segundos e depois já ter visto MC Kevin colocando as duas mãos na sacada, dando impulso e jogando as duas pernas para fora. Após tentar segurar no parapeito pelo lado de fora, o funkeiro teria escorregado e caído.

Viúva de MC Kevin revela o valor da pensão da filha do cantor

Deolane Bezerra, a viúva de MC Kevin, revelou quanto a filha do cantor, Soraya, de 6 anos, deve receber por mês em forma de pensão nos próximos anos.

(FOTO: Reprodução)

A mãe da garota, Evelin Gusmão, fez reclamações sobre o paradeiro do valor e a advogada usou as suas redes sociais para responder as acusações de que a pensão da filha do funkeiro era baixa. “Ninguém tem a obrigação de dar nada para a Soraya, graças a Deus, essa missão o pai dela cumpriu. Ele cumpriu a missão de deixar a filha dele bem na Terra! Porque uma criança não precisa de R$ 60, R$ 70 mil por mês para viver. E é no mínimo o que a Soraya vai ganhar nesses últimos anos. Sei disso porque participei da contabilidade e da auditoria do Kevin. Eu sei o que ele ganha de digital e de direitos autorais”, contou Deolane.

(FOTO: Reprodução)

Evelin Gusmão falou sobre as dificuldades com a pensão de Soraya, no início dessa semana. Ela disse ao Real Podcast que, antes mesmo de Kevin morrer, cogitou entrar na justiça. A ex de MC Kevin disse que não era o funkeiro responsável pelo pagamento da pensão, mas a mãe dele e sua ex-sogra, Valquíria Nascimento. “Eu não tinha contato financeiro com o Kevin, era 100% com a mãe dele. Ele nem tinha noção de nada. Tudo que eu fazia tinha que falar com a mãe dele pra depois chegar nele. Foi assim durante anos”. As duas não se davam tão bem assim: “A gente se bicava, às vezes por causa da pensão que atrasou, ou então paga no dia, mas não paga no horário”. E, segundo ela, o valor inicial da pensão foi de R$ 300, mas conforme MC Kevin foi ganhando fama, passou a aumentar. “A pensão foi crescendo por ano. Começou em R$ 300 e última pensão paga em abril foi de R$ 2,3 mil”.

CONFIRA TAMBÉM: Luisa Sonza ameaça subir vídeo picante com Vitão no Xvideos

Evelin desabafa: “Nunca coloquei na Justiça, porque eu me virava. Mas poderia ter colocado. Um mês antes de ele falecer eu procurei um advogado, porque estava ficando tudo muito pesado. E, querendo ou não, ele tinha que viver mesmo, tinha que gastar o dinheiro dele mesmo, tinha que curtir a vida dele mesmo. Mas eu ficava triste de ver eu precisando e não ser ajudada“.

Antes da morte, MC Kevin e Deolane teriam brigado feio

MC Kevin faleceu há quase três meses, mas a tragédia continua sendo rodeada de polêmicas. De acordo com o colunista Erlan Bastos, semanas antes de sua morte, o cantor teve uma briga feia com sua companheira, Deolane Bezerra, em Cancun, no México.

Segundo informações do colunista, a briga começou porque MC Kevin queria comprar uma casa de alto valor para sua mãe, Valquíria Nascimento. No entanto, a advogada não gostou da ideia.

VEJA TAMBÉM: Olivia Rodrigo deve quebrar importante recorde de streaming com “Sour”

A discussão teria acontecido na madrugada de 28 de abril e teria tomado proporções tão grandes que MC Kevin chegou a cortar o pé. Ainda de acordo com o colunista, por conta do ferimento, o cantor precisou levar 8 pontos. Ele ainda teria sujado de sangue toalhas do hotel em que o casal estava hospedado.

Além disso, Erlan teve acesso a uma série de áudios que, supostamente, mostram que a viagem de Deolane e Kevin teria sido marcada por brigas. Confira:

Viúva de MC Kevin sobre morte do cantor: “Foi homicídio”

A viúva de MC Kevin, Deolane Bezerra, revelou sua opinião sobre o que teria acontecido no dia da morte do funkeiro. O cantor faleceu aos 23 anos, após cair do quinto andar de um hotel de luxo no Rio de Janeiro, em maio.

Durante conversa com Sérgio Mallandro no podcast Papagaio Falante, a advogada contou que acredita que as testemunhas estejam mentindo: “A verdade é que ele foi lá dar uma afogada no ganso. Ele estava bem louco. Bebeu, constou [no laudo] que ele usou droga sintética. Ele não estava em si. O que aconteceu lá, eu não sei, não tenho noção. Só sei que tem três pessoas mentindo. É tudo contraditório.”

Sobre a versão de que MC Kevin teria tentado fugir após “brincadeira de mau gosto” dos amigos, Deolane defende: “Para ser um acidente, não tem que ter maldade. Prefiro ir na linhagem do crime. Um acidente através de uma brincadeira de mau gosto já é maldade. Uma brincadeira sadia, é diferente. Não é brincadeira você estar em um quarto com uma garota de programa e falar ‘Sua mulher chegou aí’ para alguém que está transtornado. Isso não existe. É uma brincadeira que não se cogita”.

A viúva afirmou que não sabe qual era a intenção das pessoas presentes no quarto. “Eu, como ser humano, [acho que foi] uma brincadeira de mau gosto. Eu como advogada, [acho que] foi homicídio com dola eventual, quando você assume um risco. Quando você pratica algo assumindo o risco.”

Deolane diz que ainda não teve tempo de sentir a dor da perda. “A minha dor foi a última que pensei. Vejo depoimentos que até hoje de gente que não acredita. Até hoje eu não tive tempo de sentir essa dor. Não sei se um dia eu desabo completamente. Eu abracei o mundo, a vida de blogueira, meus processos, meus amigos. Talvez para camuflar a minha dor. Ninguém me deixa sozinha”, confessou.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio