Membro do Queen revela que passou por ‘momentos sombrios’

Brian May revelou momentos sombrios e que teve ataques de pânico durante o isolamento

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Brian May, o guitarrista do Queen, revelou que passou por “momentos sombrios” e sofreu ataques de pânico enquanto estava em isolamento.

(FOTO: Reprodução Metro)

O ícone do rock compartilhou que nunca havia experimentado um ataque de pânico antes da pandemia causada pelo coronavírus e que mais tarde foi pego de surpresa pelo “horror” de alguém isolado. 

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em declarações ao The Mirror, o integrante do Queen disse: “Nunca tive ataques de pânico, mas recentemente… sim”, ele revelou.

“Eu tive alguns momentos muito sombrios pensando que minha liberdade se foi e a capacidade de fazer qualquer coisa com minha vida se foi”, o guitarrista contou.

Brian também descobriu que seu “agente calmante” é uma xícara de chá, enquanto seu “pecado secreto” são KitKats de chocolate amargo. “Chá e biscoitos são reconfortantes. Eu tenho meu pecado secreto, que são barras de chocolate amargo KitKat que são maravilhosos”, o artista disse.

O guitarrista se juntou ao cantor e compositor Kerry Ellis para seu novo single “Panic Attack”, que eles gravaram pela primeira vez há dois anos. Ele reescreveu partes da música para refletir o período de incerteza durante a crise de saúde em curso. 

VEJA MAIS: Site expõe dossiê sobre supostas traições de Nego do Borel; confira!

Brian explicou: “Chegamos ao Ano Novo sabendo que não vai ficar tudo bem e piorou”, disse. No entanto, ele também está esperançoso para o futuro, acrescentando que acha que “vai ficar tudo bem, muito bem”. 

No ano passado, o artista foi levada às pressas para o hospital depois de sofrer um “pequeno ataque cardíaco” e quase morreu depois que seu estômago explodiu, e ele já havia revelado que está “grato por estar vivo”.

Durante o programa “Good Morning Britain” em outubro do ano passado, ele disse: “Tem sido uma grande montanha para me recuperar, mas realmente se tornou minha nova religião. Estou feliz por estar vivo porque, três anos atrás, isso não teria acontecido”, o artista contou.

“Eu coloquei três stents em mim, que estão funcionando muito bem e me sinto bem”, Brian contou que quase perdeu a vida quando teve uma reação à medicação.

Em declarações ao Daily Express, ele disse: “Passei por algumas aventuras, digamos assim. Sim, me sinto muito melhor. A melhor coisa provavelmente é que me tornou muito mais consciente do condicionamento físico”, disse.

 “Estou absolutamente dedicado ao meu fisioterapeuta todos os dias da minha vida e construindo a força no meu músculo cardíaco e no resto do meu corpo também. Na verdade, é uma história muito boa no geral”, o guitarrista do Queen contou.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio