Membro dos Beatles processa empresa por usar seu nome em brinquedo sexual

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O eterno bateria dos Beatles, Ringo Starr, processou uma empresa que produziu e registrou um acessório sexual com seu nome sem autorização.

O artista descobriu que o produto é comercializado desde, pelo menos, 2008. As informações são do jornal britânico “Express”. O objeto é um anel peniano vibratório, que ganhou o nome de “Ring O”, produzida pela empresa Screaming O, controlada pela Pacific Coast Holdings.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

VEJA MAIS: Site expõe dossiê sobre supostas traições de Nego do Borel; confira!

Ringo tem sete marcas registradas de seu nome desde 1962, quando ainda estava ativo nos Beatles, e não quer seu nome associado a um acessório sexual.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio