Membros dos Beatles cometem roubo e verdade surge 60 anos depois

Paul McCartney e George Harrison pegaram um item emprestado e nunca mais devolveram

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Recentemente, uma carta escrita por Paul McCartney foi a leilão e acabou revelando uma curiosidade inusitada sobre dois dos integrantes dos Beatles. O texto, escrito em setembro de 1989, era uma resposta a Irene Brierley, proprietária de uma fazenda em Harlech, no País de Gales.

Acontece que, em 1958 e 1959, McCartiney e George Harrison foram fazer algumas trilhas em feriados e ficaram hospedados na fazenda de Irene.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Os integrantes dos Beatles ficaram amigos de John Brierley, filho de Irene, e eles passavam o tempo ouvindo Elvis Presley, jogando sinuca, tocando músicas no piano, entre outras atividades.

George Harrison e Paul McCartney (FOTO: Reprodução)

VEJA MAIS: Cunhada de Gusttavo Lima posa com o bebê pela primeira vez

Mas, durante a passagem dos músicos em 1959, eles fugiram secretamente com um dos cobertores da casa. Irene, é claro, não deixou barato e enviou uma carta à Paul McCartney para cobrar a “dívida”.

Agora, 60 anos depois, a carta que o ex-Beatle escreveu em resposta está sendo leiloada por uma oferta inicial de 3 mil libras (mais de R$23,5 mil).  

O texto, que foi escrito à mão e enviado em Setembro de 1989, diz:

“Querida Srta. Brierley (Irene),

Sua carta chegou até mim, eventualmente, e eu fiquei sentido ao saber desse ‘débito’! Eu me lembro bem do tempo que tivemos em Harlech, e espero que o cheque anexado resolva nossas diferenças financeiras! Perdoe os garranchos, uma vez que estou tentando escrever isso em um trem expresso que está balançando!!

Eu fiquei sentido ao saber de seu marido — ele era um homem muito bom. Por favor passe minhas lembranças aos seus garotos. Com carinho, Paul McCartney”.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio