Menina que Amy Winehouse queria adotar diz: “Eu poderia tê-la salvado”

Amy viu Dannika pela última vez em novembro de 2010

Publicado em 18/7/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A jovem que Amy Winehouse queria adotar antes de sua trágica morte, diz que ainda pensa na lenda todos os dias – e diz que está convencida de que poderia tê-la salvado. As informações são do site Mirror.

Em uma entrevista emocionante, Dannika Augustin – agora com 20 anos e com um filho – lembra como a cantora vencedora do Grammy sorriu de alegria, e seus demônios de bebida e drogas desapareceram quando elas estavam juntas. A dupla formou um vínculo inseparável durante o último ano de sua vida, juntas na idílica St Lucia, e a cantora de ‘Back to Black’ estava fazendo planos para levar Dannika para Londres, antes de morrer.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

(Foto: Reprodução)

VEJA MAIS: Família de Anitta vai expulsar Juliette da mansão da cantora?

No 10º aniversário de sua morte, o coração partido Dannika disse ao Mirror: “Amy era como uma mãe para mim e nos divertíamos muito juntas. Quando ela veio para Santa Lúcia, eu estava com ela todos os dias. Saíamos para andar a cavalo ou sentar-nos à beira da piscina no hotel dela. Gostávamos de jogar, rir e fazer coisas engraçadas.”

“Amy cantava ou tocava música e eu dançava ao lado dela. Ela estava sempre me abraçando e me mostrou muito amor. Ela me chamava de ‘filha’ e me dizia como eu era adorável.” Ela acrescentou: “Sei que tive um grande impacto na vida de Amy porque, quando estávamos juntas, ela estava sempre limpa e nunca triste. Ela nunca ficou bêbada ou usando drogas porque queria ser responsável e era uma pessoa de bom coração.”

“Estou convencida de que se eu tivesse me mudado para Londres, teria sido capaz de salvá-la.” Amy Winehouse reservou um voo para visitar a estudante e supostamente contratou advogados para investigar a adoção poucos dias antes de seus planos serem tragicamente interrompidos por sua morte súbita, em 23 de julho de 2011, com apenas 27 anos.

Dannika atualmente (Foto: Reprodução)

Dannika estava morando com sua mãe solteira, que estava lutando para sobreviver, quando Amy a colocou sob sua proteção. A estrela, famosa por seu penteado em forma de colmeia, passou grande parte dos últimos três anos de sua vida em Santa Lúcia, onde alugou uma luxuosa villa de £ 2.000 por noite, no Cotton Bay Resort.

Ela começou a visitar a ilha em um momento em que sua vida pessoal estava turbulenta. Ela chegou lá totalmente pálida, mas sob o forte sol do Caribe, Amy Winehouse brilhou novamente. “Amy era uma pessoa diferente quando estava comigo e quando morreu, isso deixou uma grande lacuna na minha vida. Eu ainda penso nela o tempo todo e coloco sua música para tocar”, disse Dannika.

“Adoraria vê-la novamente agora e contar-lhe tudo o que tenho feito nos últimos 10 anos.” ELas se viram pela primeira vez em 2010, quando a cantora se tornou uma frequentadora assídua no bar de praia administrado por sua avó, Marjorie Lambert, na praia de Cas en Bas.

Dannika relembrou: “Ela conheceu minha avó primeiro e gostou do bar dela na praia, dizendo “Oh, você tem um lugar tão bonito. Ela começou a vir todos os dias e acho que tinha nove anos quando nos conhecemos. Lembro-me de ela se abaixar para dizer olá e dizer: ‘Oh, você é tão bonita’. Ela me abraçou e me fez sentir muito especial, mas no começo eu não sabia que ela era uma celebridade nem nada. Eu não ouvia a música dela, não sabia quem ela era.”

“Éramos apenas duas pessoas normais passeando na praia e nos divertindo juntas. Ela brincava comigo, me abraçava e dizia: ‘Você é tão adorável’. Amy foi tão boa comigo. Ela me comprava pizza e presentinhos. A villa dela era linda, mas nunca a vi como uma senhora rica, ela era apenas alguém que tinha uma vibração agradável e que era muito protetora comigo.”

Quando Amy veio pela primeira vez a Santa Lúcia, ela era pequena e magra, mas a avó de Dannika a alimentou com comida caseira – recusando-se a servir bebidas alcoólicas a menos que ela comesse primeiro.

Amy esperava dar a Dannika uma nova vida no Reino Unido: “Antes de Amy morrer, ela me disse que queria me levar para a Inglaterra. Ela disse: ‘Gosto de você e quero que passemos mais tempo juntos.”

“Ela disse que tinha uma afilhada na Inglaterra que queria que eu conhecesse e me mostrou algumas fotos dela. Não chegamos a discutir datas, mas eu estava muito animada para ir para Londres. Eu não sabia o que esperar, para mim era tudo sobre estar com ela porque eu amava estar com Amy. Sempre me senti segura quando estava com ela.”

À medida que a notícia da possível adoção começou a se espalhar, os críticos disseram que Amy Winehouse não estava preparada para cuidar de uma criança. Mas Dannika insiste: “Quaisquer que sejam os problemas que ela teve, eles nunca me afetaram. Ela sempre foi boa perto de mim, então eu nunca vi esse lado. ” Amy viu Dannika pela última vez em novembro de 2010.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio