michael jackson
O cantor norte-americano Michael Jackson (FOTO: Reprodução)

Thriller é claramente um dos maiores sucessos de Michael Jackson, porém algumas pessoas foram “decepcionadas” com o que ouviram. O site MJBeats regastou uma entrevista que prova isso.

O engenheiro de áudio e produtor musical Bruce Swedien revelou: “Quando pensamos que tínhamos terminado de mixar o álbum ‘Thriller’, tivemos que decidir o tempo de cada lado do álbum. “Thriller” foi lançado na era dos vinis de longa duração, então estamos falando de cerca de 25 minutos de cada lado“.

Se você colocar muitos minutos no LP, o volume da gravação é comprimido, minimizado então tudo que você trabalhou acaba ficando comprometido“, continuou.

VEJA TAMBÉM: A assustadora e incrível transformação de Madonna durante a carreira

E contou: “Naquela época, 18 minutos de cada lado eram perfeitos para garantir uma excelente qualidade de som. Mas tínhamos ido longe demais… Continuei dizendo a Michael, Quincy e Rod (Temperton) que 28 minutos de cada lado era muito tempo mas eles não queriam me ouvir“.

Saí do estúdio brigando com todos eles. Semanas depois, Quincy Jones, organizou uma reunião especial na qual Michael, Rod Temperton, Freddy De Mann (então empresário do Michael Jackson) e todos os grandes chefes da Epic Records estavam presentes“, acrescentou.

Ele ainda revelou: “Os chefes da Epic trouxeram duas grandes garrafas de champanhe para a ocasião, tal era a empolgação. Entrei na sala de controle do estúdio, coloquei o vinil “Thriller” e toquei. Nós ouvimos e o som desse disco era uma MERDA! Foi realmente horrível“.

Michael Jackson - Thriller (CD) | Discogs
FOTO: Reprodução

Silêncio absoluto no estúdio. Foi realmente um momento vergonhoso! Os chefes da Epic Records se afastaram olhando para nós com desprezo. As palavras “Eu te avisei!” Soaram na minha cabeça“.

Com o canto do olho, vi Michael sair sorrateiramente do estúdio; então eu o segui. Sentei ao lado dele, ele estava chorando. Ele ficou profundamente desapontado. Quincy olhou para todos nós e disse: ‘Vamos tirar dois dias de folga, e terminaremos uma música por dia.’ “The Girl Is Mine” já havia sido lançada como single, então tínhamos oito músicas restantes: oito dias de trabalho árduo e cansativo para editar, remixar“.

E finalizou: “Após esses oito dias, voltei ao estúdio de masterização de Bernie Grundman para gravar as novas gravações em vinil”.