Michael Jackson parou o Brasil para gravar um dos seus maiores clipes

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Michael Jackson parou o Brasil ao gravar um clipe da música de seu hit de sucesso “They Don’t Care About Us”, a presença e as gravações feitas pelo Rei do Pop, parou o país.

A ideia da gravação acontecer aqui, no Brasil, foi do cantor. Quando o artista veio para o país, ele teve uma grande cobertura da imprensa e todos estavam curiosos e queriam acompanhar os passos do Rei do Pop.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Michael Jackson desembarcou em Salvador, em 9 de fevereiro, onde gravaria a primeira parte do clipe, no Pelourinho. Junto com ele, estava o diretor Spike Lee. 

As cenas da gravação contaram com 200 músicos do grupo afro-brasileiro, Olodum. Além disso, um dos pontos turísticos de Salvador foi o palco onde Michael se apresentou. Segundo informações da imprensa da época, a gravação durou cinco horas. 

(FOTO: Reprodução)

Durante o evento, muitas pessoas tentaram se aproximar do cantor e algumas conseguiram. Inclusive, um dos garotos que dança com Michael no vídeo.

VEJA MAIS: Site expõe dossiê sobre supostas traições de Nego do Borel; confira!

Em 11 de fevereiro, o cantor foi para o Rio de Janeiro. Mesmo distante, Michael fez questão de dar atenção ao seu público aparecendo na varanda do hotel, onde atirou fotos, bonés e até toalhas para seus fãs.

A ideia do clipe, era mostrar como os governantes deixam seu povo à deriva, chamando a atenção de todos. E por isso, a ideia era filmar na comunidade Dona Marta, localizada na zona sul do Rio de Janeiro.

Mas a passagem pela Cidade Maravilhosa, não foi tão tranquila como a equipe esperava. Na época, a polêmica foi parar em Brasília, que tentou barrar os vistos de trabalho de toda a equipe.

Porém, tendo a aprovação do prefeito da época, César Maia acabou facilitando a situação. Assim, estando certo com a Polícia Militar, Guarda Municipal e Associação de Moradores, Michael precisou de outra autorização: dos chefes do tráfico.

Após tudo estar certo e com todas as autorizações concedidas, o Rei do Pop chegou com seus seguranças e caminhou cerca de 15 minutos para chegar em seu camarim, que na verdade, era uma casa da comunidade.

Para a segunda parte do clipe, Michael Jackson optou por uma camiseta do Olodum e dançou pelas ruas da comunidade, ao redor, os moradores observavam a cena.

(FOTO: Reprodução)
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio