Michael Jackson quase estrelou clássico do cinema no lugar de David Bowie

Publicado em 29/6/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O longa-metragem Labirinto – A Magia do Tempo, lançado em 1986 se tornou uma referência na cultura pop. Protagonizado por David Bowie e Jennifer Connelly, o filme é traz elementos de fantasia puxados pra uma sonoridade de rock. Contudo, o lendário roqueiro quase acabou perdendo o papel de Jareth, o Rei dos Duendes para Michael Jackson, segundo o site Cheat Sheet.

A história segue a adolescente Sarah Williams (Jennifer Connelly), que se sente frustrada por tomar conta do irmão caçula enquanto os pais estão fora. A jovem sonha em se livrar completamente da criança porque o pequeno não parava de chorar. Surge então o Rei dos Duendes, personagem de um dos livros da protagonista, que prontamente atende ao desejo da jovem e acaba sequestrando o bebê. Sarah então arrepende-se e precisará passar por um labirinto pra resgatar o irmão antes da meia-noite, com a missão de evitar que o pequeno seja transformado num duende.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

VEJA MAIS: RICA! Luísa Sonza revela que novo clipe custou R$ 1 milhão

O filme acabou envelhecendo como um clássico cult em meio a diversos rumores sobre a escalação do elenco. Jennifer Connelly tinha somente 14 anos quando interpretou Sarah, e os empresários supostamente desejavam uma estrela do rock para contracenar como Jareth.

Boatos daquela época apontaram que Sting estivesse na disputa, mas Brian, filho do diretor Jim Henson, revelou como ele o irmão opinaram sobre o elenco. Em 2015, Brian comentou o rumor em torno da voz de “Shape Of My Heart” – e explicou como ninguém menos que Michael Jackson ficou como uma das escolhas finais.

“[Jim Henson] queria saber quem era o maior e mais importante artista para minha faixa etária – na América,” revelou Brian durante painel da escola de cinema da School of Cinematic Arts (USC). “Pensei: era Michael Jackson ou David Bowie. Os dois queriam fazer o filme, mas Michael era mais influente nessa faixa etária, enquanto David foi mais interessante para meu pai.”

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio