angelamaria
(FOTO: Divulgação)

Foi-se a minha grande referência como cantora“. Com estas palavras, a sambista Alcione lamentou a morte de Angela Maria, aos 89 anos, ocorrida na noite do último sábado (dia 29). “Aprendi muito ouvindo Angela Maria cantar e agora, junto com a saudade, ficam meus eternos agradecimentos por todas as coisas lindas que ouvi em sua voz. Toda a sua existência foi dedicada ao ofício de cantar… Perdemos a maior cantora do Brasil, de todos os tempos. Obrigada, Angela Maria, por você ter existido. Descanse em paz. Sua amiga e fã (Alcione)”, escreveu a sambista através de sua conta no Instagram neste domingo (dia 30).

“O céu em festa. Nossa eterna rainha, uma das maiores vozes que nosso Brasil produziu. Setenta anos de uma carreira gloriosa. Uma inspiração na vida de todos nós, minha querida Angela Maria. Salve salve a rainha do rádio”, comentou Elza Soares nas redes sociais.

VEJA TAMBÉM: Gal Costa lança novo álbum e sugere que Bolsonaro sente atração por travestis

Roberta Miranda compartilhou um antigo vídeo onde aparece ao lado de Angela Maria. “Angela Maria, a ídolo de minha mãe que me ensinou a amar esta voz única. Que triste estou! E que honra ter sua voz solfejando #majestadeosabia você é linda!! A maior !! Sou aprendiz, te amo #vácomdeus”, escreveu. Fafá de Belém também prestou sua homenagem à artista. “Nem sei o que dizer… Obrigada Angela Maria ,a maior cantora nascida neste país!”.

Angela Maria morreu em decorrência de uma infecção generalizada e estava internada há 34 dias. O falecimento foi confirmado ao UOL por seu produtor, Thiago Marques Luiz, e pelo marido da artista, o empresário Daniel D’Angelo, em um vídeo postado na página oficial da cantora no Facebook.

“É com o coração partido que eu comunico a vocês que a minha Abelim Maria da Cunha e a nossa Angela Maria partiu. Foi morar com Jesus”, afirmou Daniel D’Angelo, marido e empresário da cantora ao lado dos filhos da cantora. “Ela teve uma trajetória de 34 dias no hospital. Estava sofrendo muito e hoje nos deixou.” O velório acontece a partir das 10h deste domingo no Cemitério Congonhas, em São Paulo, onde o sepultamento acontecerá às 16h.

VEJA TAMBÉM: Após internação, MC Gui recebe alta do hospital

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

?????? nem sei o que dizer… Obrigada Angela Maria ,a maior cantora nascida neste país!?????

Uma publicação compartilhada por Fafá de Belém (@fafadbelem) em

Ainda no início da carreira, como sonhava em cantar no rádio, Angela Maria adotou um nome artístico para participar dos programas de calouros e não ser reconhecida pelos familiares, que não aprovavam suas investidas artísticas.

Devido a uma concurso popular no rádio na década de 1950, foi coroada como “Rainha do Rádio” em 1954. No mesmo ano, estreou nas telas do cinema com o filme Rua Sem Sol, de Alex Viany.

Apelidada de “Sapoti” pelo ex-presidente Getúlio Vargas, Angela foi considerada a cantora mais popular do Brasil na década de 1950 e serviu de inspiração para intérpretes como Elis Regina. Com 120 discos lançados, é reconhecida pelo Guinness Book como recordista mundial em número de gravações. Na década de 1960, um de seus grandes sucessos foi a música Gente Humilde, composição de Garoto, Vinícius de Moraes e Chico Buarque.

Já em maio deste ano, a cantora reuniu fãs de todas as idades no Rio de Janeiro durante a turnê Angela Maria e as Canções de Roberto e Erasmo. Para homenagear os seus 70 anos de carreira, foi lançado o musical Lady Crooner, no Teatro Carlos Gomes, no centro do Rio de Janeiro.