A cantora Liah Soares (Foto: Divulgação)

Nesta sexta-feira (29), Liah Soares lança nas plataformas digitais a música e o lyric vídeo Bossa Diluviana, o terceiro single de “Infinito”, seu quinto álbum autoral, previsto para o segundo semestre. Em fevereiro, a artista anunciou o novo trabalho com o lançamento do single A Proposta, dueto com Zeca Baleiro que vem rodando com sucesso nas rádios pelo Brasil e também ganhou um clipe, que já passa de 156 mil visualizações no YouTube.

A canção, parceria com Guilherme Fiuza, brinca com a contradição do furor e calmaria em uma noite de chuva torrencial, numa batida que mistura Bossa e Folk. “Fizemos alguns trocadilhos com o caos que se instala nas grandes cidades quando acontece um dilúvio, num contraponto com as tórridas paixões que inundam e invadem o ser. No arranjo toquei meu violão meio bossa, meio folk e, pra complementar, o baixo de responsa de Fernando Nunes e Synths e piano de Pedro Cunha, que viajam perfeitamente entre as linhas melódicas. Arrisco a dizer que é a música mais lounge do disco, e tinha que ser assim. Ela é um convite, um desassossego bom”, diz Liah.

“Estávamos distraídos e desconectados quando a natureza rugiu, brutal. Tipo de baixo pra cima mesmo. E quando a natureza fala grosso não tem conversa”, complementa Fiuza. “Emergência, alerta, estado de atenção / Agora é tarde, mergulhou, avisa não / Hora da demora, sem terra à vista”. Em outra passagem “Sonhei que a vida é curta, então/ Te achei no meu dilúvio, vem!”.

VEJA TAMBÉM: “Sem sua força não teríamos este sucesso” afirma Janet Jackson sobre o falecido pai

O álbum tem produção artística assinada por Zeca Baleiro. “A Liah é danada, ela mesma tinha tocado e gravado as bases num estúdio na casa dela – violões, guitarras, percussões, baixo. Só regravamos alguns instrumentos num estúdio mais profissional e chamamos alguns músicos para pequenas participações. É um disco de canções e a ideia é mostrá-las mais cruas, sem tanta produção”, comenta Zeca. “Inicialmente, eu pensava em orquestrações para cada canção. Zeca percebeu um outro caminho para o trabalho, fomos para o estúdio e eu gostei muito do que começamos a produzir juntos”, completa Liah.

A cantora, compositora e multi-instrumentista Liah Soares contabiliza quatro discos de estúdio; o DVD “Ao vivo no Theatro da Paz”, gravado em Belém/PA; o EP “O Som é o Sol”; sete músicas em novelas da TV Globo e diversas participações especiais em projetos paralelos. Nascida em Tucuruí, interior do Pará, Liah Soares já teve composições gravadas por artistas consagrados como Elba Ramalho, Ivete Sangalo, Ivan Lins, Maria Gadú, Sandy & Junior, Wanessa Camargo, entre outros. Liah também é conhecida pela sua técnica de “loop” no uso dos pedais. O que começou com uma “brincadeira” com a técnica levou Liah a participar de festivais dentro e fora do Brasil e a criar o show “Voz e Violoops”. Agora, ela se prepara para o lançamento de seu quinto álbum e uma nova turnê.

Veja:

Confira a letra de BOSSA DILUVIANA:

Andei
Por tanta nuvem sei
Que amei
Por tanta chuva desandei
Sonhei
Que a vida é curta então
Te achei
No meu dilúvio vem

Correnteza amor
Segura essa onda
Inspira esse mar
É boca a boca
A paz na guerra agora, amor
Sem terra à vista, por favor
Emergência, alerta 
Estado de atenção 
Agora é tarde mergulhou, 
Avisa não
Hora da demora sem terra à vista