O funkeiro MC Diguinho (FOTO: Reprodução)

Dois anos após o lançamento do single do MC Diguinho ‘Surubinha de Leve’ e muita polêmica envolvida com essa música, o TRF2 (Tribunal Regional Federal da 2ª Região) decidiu hoje manter a sentença que obriga o YouTube a tirar do ar 22 vídeos da versão original da música.

O pedido da retirada foi feito em 2019 pelo MPF (Ministério Público Federal) em ação civil pública alegando que o conteúdo da música caracteriza violência à mulher por instigar o crime de estupro e possuir teor discriminatório, naturalizando estigmas de gênero.

VEJA TAMBÉM: Áudios indicam que Gusttavo Lima teve outra amante além de Mallu Ohana

Em junho deste ano, a Justiça Federal condenou o Google a excluí-los da plataforma de vídeos. A empresa de tecnologia recorreu, e hoje o TRF2 confirmou a sentença e reconheceu a hipótese excepcional de controle de conteúdo, em virtude até da posição do próprio artista, que modificou o texto e retirou as expressões criticadas. Por Splash do UOL.