Paulynho Paixão (Imagem: Reprodução)

Paulynho Paixão morreu na madrugada desta sexta-feira (03) em São Miguel da Baixa Grande, (cidade que fica a 138 km de Teresina), após sofrer dois acidentes. O cantor e compositor, conhecido como o “rei do coladinho”, chegou a gravar um vídeo mostrando como tinha ficado seu carro após o primeiro acidente.

O artista de 43 anos estava a caminho de Teresina para buscar sua esposa. O carro capotou na BR-316 por volta das 21H, mas ele teve somente alguns ferimentos leves. Paulynho enviou para a esposa o vídeo gravado, para mostrar o acidente e dizer que ele estava bem.

Esteves José de Moura, primo do cantor, disse que ele pegou uma carona de volta para a cidade São Miguel da Baixa e pediu para o irmão fazer o reboque do carro. Chegando em sua residência, o artista decidiu pegar sua moto e voltar ao local do acidente. Por volta da meia noite, a 15 km da cidade, ele se acidentou novamente em uma ladeira. Seu irmão passava pelo local e o socorreu.  

Josimar Teixeira, prefeito da cidade, viu o momento da ajuda. “Ele sentia muita dor, estava vivo e pedia: ‘não me deixe morrer”. Paulynho Paixão chegou a ser levado para o hospital da cidade de Água Branca, mas não resistiu aos ferimentos. O sepultamento ocorreu às 10h da manhã de hoje e a cidade decretou luto.

Veja também:

Mãe de Flayslane revela que cantora dorme em colchão na sala e mostra realidade humilde

Gusttavo Lima, Wesley Safadão, Simone e Simaria, Xand Avião, Luan Santana, Léo Magalhães e vários outros artistas já interpretaram música do artista que fazia muito sucesso no Nordeste. Ele deixa a esposa e dois filhos. Durante a quarentena, o “Rei do Coladinho” produziu mais de 10 novas músicas, segundo a família, além de ter mais de seis mil músicas registradas em cartórios.

O último vídeo publicado em seu canal no youtube há uma semana atrás, foi da música “Foi Amor”. Veja: