Na pandemia, sertanejo Barreto vende 30 milhões de máscaras por mês

Publicado em 4/7/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O cantor sertanejo Barreto, dupla de Bruno, concedeu uma entrevista ao jornalista André Piunti, e contou que se reinventou na pandemia. Para fugir da crise, ele acabou montando uma fábrica de máscaras, a qual vende cerca de 30 milhões de máscaras por mês.

A empresa de Barreto — a Azulmed — atualmente conta com 150 funcionários: “A gente atende também hospitais, grandes empresas, prefeituras. A máscara salvou eu. Quando chegou a pandemia, eu precisava quitar um pouco das contas de minha casa nova. Tinha os meus ouros que eu usava e eu vendi pra poder colocar na casa. Vendi carro pra poder colocar na casa. Fiquei andando de carro alugado, motinha”, conta.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

VEJA MAIS: Gay? Fiuk do BBB revela que integrante do One Direction flertou com ele

O cantor também revelou que a ideia veio de um amigo, e a princípio ele ficou com medo de investir, pois não tinha mais dinheiro: “Falei com Deus que era o único dinheirinho que eu tinha”.

“Um ano depois, a gente tá fazendo aí em torno de 30 milhões de máscaras por mês e a gente vende tudo. A gente atende hospitais, grandes empresas, prefeituras. Hoje a gente fornece 15 milhões só pra Vale. Isso me salvou, terminei a minha casa, comprei a caminhonete que eu queria e graças a deus tá indo tudo certo”, afirmou Barreto.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio