vintage culture
O DJ e produtor sul mato-grossense VIntage Culture (FOTO: Reprodução)

O DJ Vintage Culture contou em entrevista ao Flow Podcast que quebrou a quarentena. Vale lembrar que estamos em uma pandemia mundial que, apenas no Brasil, já matou mais de 162 mil pessoas.

A verdade nua e crua é que a festa nunca parou“, disse. “Eu mesmo fui em festa clandestina, tem hora que você não aguenta mais, eu fiquei em casa de março até agosto, mas chega uma hora que você não aguenta mais“.

Ele ainda continuou: “Todo fim de semana é festa. Eu não recrimino. As pessoas precisam trabalhar. Esse indústria movimenta bilhões e tem as pessoas que precisam disso“.

VEJA TAMBÉM: Em plena pandemia, Thulio Milionário faz ‘beijaço’ em show com aglomeração

“O cara que está indo num evento sabe o risco que tá correndo. Ninguém obriga ele a ir“, disse.

A musica eletrônica foi muta mais prejudicada que todos. Ninguém vai curtir música sentado”, disse

Vintage Culture ainda comparou: “Dá pra curtir um show do Gusttavo Lima, sentando, tomando uma cerveja, mas música eletrônica é uma comunhão… não tem como ficar assim. Vai ser o último dos últimos a voltar se continuar esse p*taria

Até o dia de hoje (10 de novembro), mais de 5 milhões de pessoas foram infectadas com o vírus.