Namorada revela como foram as terríveis últimas horas de vida de Freddie Mercury

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O perfil no Instagram chamado Freddie Mercury Online, é uma das páginas de fãs mais ativas do legendário vocalista do Queen. Agora, a página compartilhou duas fotos raríssimas do astro mundial que acabaram surpreendendo os fãs.

Ao legendar a publicação, o administrador da página revelou uma entrevista super rara da ex-namorada de Freddie Mercury, Mary Austin, e na conversa, ela estava dando detalhes emotivos sobre os últimos dias de Freddie numa entrevista ao Express Online.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

VEJA TAMBÉM: Detalhes do divórcio bilionário de Adele serão mantidos em segredo

Aqui está um trecho do que Mary Austin disse: “A qualidade de sua vida havia mudado drasticamente e ele sentia mais dor todos os dias. Ele estava perdendo a visão. Seu corpo ficou mais fraco quando ele sofreu ataques leves. Foi tão angustiante vê-lo se deteriorando dessa maneira. ”⠀

Peter Freestone, amigo de Freddie, também comentou os últimos dias do vocalista: “Eu sinto que Freddie decidiu que ele já tinha o suficiente e que era hora de seguir seus próprios termos. A difícil verdade é que Freddie estava sofrendo terrivelmente”.

No entanto, Peter ainda se lembra de como o enorme espírito de seu amigo encheu a sala e toda a casa, mesmo no final, enquanto Elton John se lembrou de Freddie ainda fofocando e provocando em sua cama. Você pode ver a postagem no Instagram logo abaixo.

Freddie no começo e no fim de sua vida

“O amigo de Freddie, Peter Freestone, falou ao Express Online sobre os últimos dias emocionais”.

Ele fazia parte do pequeno grupo que compartilhava turnos de 12 horas na cabeceira da estrela, mantendo-o em companhia constante se ele queria conversar e às vezes ainda brincar, ou apenas descansar em silêncio. Eles também ficavam a noite toda juntos para que ele nunca acordasse sozinho.
O grupo incluía o parceiro de Freddie, Jim Hutton, a ex-namorada Mary Austin e Joe Fanelli, ex-amante e chef de cozinha.
Mas nenhum deles estava lá no momento em que ele morreu, o que aconteceu antes do que se esperava”.

Era outro amigo próximo, o famoso músico Dave Clarke, que estava lá. ⠀
Freddie entrou em inconsciência naquele dia, não mais tomando seus remédios contra a Aids e os analgésicos incapazes de combater o sofrimento de seu corpo.
Dave Clark disse: “Os médicos haviam saído e sabíamos que era apenas uma questão de tempo. Estávamos sozinhos… quando ele faleceu”.
O que aconteceu a seguir se espalhou pelo mundo de Freddie, mas também mudou algo para sempre, de acordo com Peter.
Dave acrescentou: “Desci para contar a Phoebe, seu assistente e Joe.” ⠀

Enquanto Peter, Joe e Jim moravam com Freddie no One Garden Lodge, Mary morava nas proximidades. Mais tarde, ela lembrou que Dave telefonou para ela por volta das 19h, presumivelmente logo após Freddie falecer.
Dave acrescentou: “Mary Austin veio e eu liguei para os pais de Freddie para dar a notícia. Ele olhou para a paz.” ⠀
Mary ecoou os mesmos sentimentos, dizendo que Freddie “morreu com um sorriso no rosto … (ele) escolheu sua hora de morrer”. ⠀
Peter disse: “Eu sinto que Freddie decidiu que ele já tinha o suficiente e que estava na hora de seguir em suas próprias condições”.

A difícil verdade é que Freddie estava sofrendo terrivelmente. ⠀
Mary diz: “A qualidade de sua vida havia mudado drasticamente e ele sofria mais todos os dias. Ele estava perdendo a visão. Seu corpo ficou mais fraco ao sofrer ataques leves. ⠀
“Foi tão angustiante vê-lo se deteriorando dessa maneira.” ⠀
No entanto, Peter ainda se lembra de como o enorme espírito de seu amigo encheu a sala e toda a casa, mesmo no final, enquanto Elton John se lembra de Freddie ainda fofocando e provocando em sua cama. #Freddie Mercury

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio