nego do borel
O funkeiro Nego do Borel (FOTO: Reprodução)

O funkeiro Nego do Borel foi condenado a desembolsar R$ 20 mil numa indenização por danos morais a um motorista de aplicativo por causa de postagens feitas em seu Instagram durante uma passagem pela cidade de São Paulo. Ainda cabe recurso aos advogados do cantor.

Segundo a decisão, publicada pelo juiz Otávio Augusto de Oliveira Franco, da 4ª Vara Cível do Foro Regional IX da Vila Prudente, o motorista Wellington de Oliveira Gomes teria apresentado vídeos onde o cantor apareceria “zombando” dele durante uma corrida feita em 31 de janeiro de 2018.

O réu [Nego do Borel] passou a fazer perguntas e afirmações irônicas como: ‘Será que nós vamos passar por lá? Ali naquela casa de show que o dono da casa é um tal de ‘vai lhe enrabar’ e ‘vai lhe enrabando’?’, ‘Não? Nós vamos passar no Projac ali, lá na Globo, ali, perto da ‘te entope’, cruzando com a ‘te entalhe’…'”, indica uma transcrição presente no processo.

VEJA TAMBÉM: Ator pornô viraliza na web ao transar na janela ouvindo “Flash Pose” de Pabllo Vittar

“Entre um assunto e outro, o réu passou a zombar da pessoa do autor e a lhe proferir insultos, submetendo-lhe a situação vexatória e humilhante. Não obstante, o réu filmou o autor naquela situação e publicou o vídeo na rede social denominada Instagram”, decidiu o juiz, que também defendeu que a filmagem “se difundiu a ponto de chegar ao conhecimento de pessoas do círculo de relacionamento do autor”.

O autor era mero prestador de serviço ao réu. Não há qualquer indício de que tinham um relacionamento de amizade ou de intimidade compatível com o tom irreverente da atitude do réu“, acrescenta. O valor de indenização a ser pago pelo cantor Nego do Borel ficou estabelecido em R$ 20 mil.