Nego do Borel é investigado por tentativa de feminicídio contra outra ex

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Além das denúncias de estupro, agressão, abuso psicológico e muito mais, feitas pela ex-noiva, Duda Reis, o cantor Nego do Borel terá que responder as acusações feitas por outra ex-namorada, a analista internacional Swellen Sauer.

Na semana passada, Swellen, que já o acusou de tentar enforcá-la com um carregador, fez um novo desabafo em suas redes sociais. Ela alega que em 2013, quando ainda namoravam, o cantor a agrediu com um soco na costela.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Na última sexta-feira (15), de acordo com uma reportagem do jornal Extra, a delegada Sandra Maria Pinheiro Ornellas, que é diretora do Departamento Geral de Polícia de Atendimento à Mulher, do Rio, usou as declarações da analista para abrir um inquérito contra o funkeiro na DEAM Jacarepaguá. Agora, ele terá que responder por injúria, lesão corporal e tentativa de feminicídio (assassinato de uma mulher).

Swellen Sauer, ex de Nego do Borel (FOTO: Reprodução)

VEJA MAIS: Simone confessa problemas com gazes na hora do sexo: “Eu peido”

Swellen já foi chamada à delegacia para que ela seja ouvida na condição de vítima

“O caso da Swellen é bem mais grave, porque ela relata, inclusive, situação que caracteriza tentativa de feminicídio. Tem as injúrias que ela relata, a lesão corporal, que é um soco que ela diz que levou na costela numa boate, e a tentativa de feminicídio, quando ela diz que ele tentou enforcá-la com um carregador de celular”, afirmou a delegada ao Extra.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio